Ácido fólico na gravidez: benefícios e recomendações

O ácido fólico na gravidez é muito importante para evitar problemas de maior e garantir a saúde do bebé e da mãe.

Ácido fólico na gravidez: benefícios e recomendações
Um guia para a toma de ácido fólico para uma gravidez tranquila

Sabia que devia começar a tomar ácido fólico ainda antes de engravidar? Assim que inicie os planos para tentar engravidar, no caso de ir fazer uma consulta de ginecologia, o seu médico vai-lhe indicar a toma deste nutriente. Isto acontece devido à importância do ácido fólico na gravidez.

ácido fólico contribui para prevenir os defeitos abertos do tubo neural do feto. E este tubo neural fecha-se entre o 17º e o 30º dia após a conceção, ou seja, muitas vezes antes até de fazer um teste de gravidez.

Geralmente, é recomendada a toma diária, de modo a suprir as necessidades de ácido fólico na gravidez, que são mais elevadas do que em situações normais.

Benefícios do ácido fólico na gravidez

O ácido fólico na gravidez ajuda a prevenir doenças decorrentes do indevido fecho do tubo neural do feto. A questão do tubo neural é fundamental, pois quando o mesmo não fica bem fechado, podem surgir complicações como a anencefalia (ausência do cérebro) ou a espinha bífida (anormalidade do sistema nervoso), entre outras doenças:

Além disso, ajuda também a:

  • Formar a placenta;
  • Desenvolver o ADN;
  • Diminuir o risco de pré-eclampsia.

Dose recomendada

Uma grávida deve tomar 600mcg de ácido fólico por dia, assim como uma mãe que esteja a amamentar deve ingerir 500mcg de ácido fólico diariamente.

Por norma, é prescrito 1mg de ácido fólico por dia. No entanto, em situações específicas (obesidade, epilepsia ou caso de filhos anteriores com malformações), essa dose pode aumentar até aos 5mg. Daí que seja muito importante que seja sempre acompanhada por um médico.

Geralmente, é prescrita a toma de um comprimido de ácido fólico diariamente, desde o momento que se pretende engravidar até completar os três meses de gestação. É neste momento que as estruturas essenciais do bebé se vão desenvolver e o ácido fólico tem um papel essencial nesse aspeto. Após o primeiro trimestre, cabe ao seu médico decidir se ainda é essencial a toma deste nutriente.

Que alimentos devo escolher?

Para aumentar os níveis de ácido fólico na gravidez, além da suplementação através de medicamentos, pode sempre apostar em determinados alimentos que contenham boas doses deste nutrientes. Exemplos disso são:

  • Vegetais de folha verde escura;
  • Leguminosas;
  • Amendoins;
  • Frutas cítricas;
  • Morangos;
  • Melão;
  • Banana;
  • Abacate.

 

Veja também: