Apple Watch: sim ou não?

Já ouviu falar no Apple Watch? Claro que já ouviu falar neste relógio revolucionário da Apple. Mas será que sabe se vale a pena comprar um? Nós dizemos-lhe.

Apple Watch: sim ou não?
Comprar ou não comprar, eis a questão.

Quer saber se vale a pena comprar um Apple Watch? Há vários prós… e vários contras. A verdade é que ainda não é unânime a necessidade de ter um relógio “inteligente” e, neste momento, este acessório é apenas um acessório distinto e não um acessório indispensável… ainda.
 
Já lhe demos uma pequena lista dos smartwatches a seguir durante este ano. Agora, focamo-nos no Apple Watch. Porquê? Irreverente e desagregadora de opiniões, a marca norte-americana da maçã continua a lançar bons produtos para o mercado. Muito caros, dizem uns. Excelentes, com um belo design e com uma grande compatibilidade entre os diversos produtos, dizem outros… A verdade é que a Apple decidiu lançar-se no mercado dos relógios “inteligentes” oferecendo ao mercado o Apple Watch, mais um produto de referência da marca.
 

Razões para comprar o Apple Watch

Com o Apple Watch vai parecer cool e distinguir-se dos demais. Duvida? Alguma vez imaginou que poderia atender chamadas e falar com alguém através de um pequeno dispositivo no seu pulso? Deixou de ser ficção científica e passou para a vida real… tal como você vai parecer um agente secreto. Pode também “comunicar” com o seu iPhone através da leitura de emails, do visionamento de fotografias ou da interação com a sua biblioteca de música… dá para tanta coisa!
 
Vai começar a fazer mais exercício. Para além das apps de corrida que deixam o mundo do smartphone (que ficava escondido durante as corridas) e passam para o Apple Watch, este acessório preocupa-se com a sua saúde e não o deixa estar sentado e parado durante um número limitado de tempo. É preciso mexer, vá!
 
Uma vez que liberta a ação de ir ao bolso buscar o smartphone, o Apple Watch deixa a nossa vida mais prática. Para além disso, integra-se melhor, tecnologicamente falando, na sociedade e dá-lhe notificações quando precisa.
 

Razões para não comprar

O preço do Apple Watch varia entre os 400 e os 1300 euros. Isto, sem contar com a versão feita em ouro de 18 quilates que ultrapassa os 11 mil euros. A enorme quantidade de versões pode ser um pouco confusa para o consumidor uma vez que o valor deste acessório varia imenso tendo em conta o modelo, o tamanho e a bracelete. Tendo em conta que este acessório apenas bem facilitar e tornar mais prática a nossa vida, até que ponto pode ser vendido a um preço tão alto?
 
A bateria do Apple Watch pode ser gasta em menos de um dia. O mais natural é que precise de o carregar diariamente tal como faz com outros acessórios. Tendo em conta que o Pebble, por exemplo, tem um tempo estimado de vida de 10 dias com um simples carregamento, o smartwatch da Apple começa logo a perder terreno.
 
Será mesmo preciso? Ao contrário dos tablets, computadores e smartphones, os smartwatches não têm um objetivo verdadeiramente definido. Servem apenas para libertar algumas tarefas que obrigavam os utilizadores a usarem os outros acessórios. Esse é um dos grandes problemas apontados a este tipo de acessório… é que não tem uma tarefa específica que possa realizar que os outros acessórios não façam. Para além disso, o que o que o Apple Watch faz que outros smartwatches não façam? Porquê ser tão caro se não é capaz de se distinguir assim tanto dos demais?
 
Veja também: