Comprar o Apple Watch: sim ou não?

Devo comprar um Apple Watch: sim ou não? Mesmo que fique indeciso após conhecer os prós e contras, pode comprar este dispositivo e devolvê-lo se não gostar.

Comprar o Apple Watch: sim ou não?
Razões para comprar (ou não) o Apple Watch

Apple Watch não é um dispositivo que se tenha “obrigatoriamente” de ter (ainda). É, isso sim, um gadget que é giro e agradável de ter.

Cada vez mais é preciso ter um computador que caiba no bolso e foi por isso que o iPhone se tornou tão popular. Mas do bolso passa-se para o pulso, com o Apple Watch. Parece mais um acessório extravagante, mas a verdade é que a Apple deu características a este relógio inteligente  que o tornam muito interessante.

A decisão de comprar ou não um Apple Watch prende-se, sobretudo, com o estilo de vida do utilizador. As funcionalidades deste aparelho incluem horas e organização de tempo, monitorização de saúde e fitness, notificações e comunicações, etc.

O Apple Watch requer sincronização com o iPhone, por isso, se tiver um smartphone Android e estiver a pensar no Apple Watch, não se esqueça deste pormenor.

Este dispositivo é como se fosse uma nova peça turbo na máquina espetacular que é o iPhone. Tudo o que pode fazer no Apple Watch também pode fazer no iPhone, apenas com menos conveniência. O que pode fazer a diferença.

Funcionalidades do Apple Watch

apple watch 3

1. Gestão de tempo

Esta história não é nova: deixou de usar relógio porque o iPhone tem um relógio gigante quando o ecrã está bloqueado (e permite-lhe sempre ver as horas). A velha questão do gadget que faz tudo contra o acessório especializado.

O Apple Watch é um dispositivo convergente que lhe permite ver as horas sem ir ao bolso. É certo que os relógios tradicionais já o fazem, mas o Apple Watch possibilita ainda que defina alarmes, use cronómetro, veja o tempo, saiba quando é que o sol se põe e nasce, consulte a agenda, etc.

2. Notificações

Já recebia notifcações no iPhone, mas agora também pode receber as mesmas no pulso. De um modo mais discreto, até porque o relógio não acende a menos que assim o queira.

O Apple Watch tem um centro de notificações, tal como o iPhone, onde pode ver todas as notificações que recebeu. Mensagens de Facebook, bilhetes de avião, entre muitas outras, são algumas das notificações que pode consultar neste gadget.

3. Saúde e fitness

O Apple Watch sempre foi um dispositivo muito focado na saúde e exercício físico. E a Apple tem apostado muito nesta vertente do aparelho a cada versão nova que lança. O Apple Watch tem um monitor de ritmo cardíaco e GPS embutidos, o que é excelente para quem faz exercício. Tem ainda a Workout app para o ajudar com os treinos.

4. Apple Pay

Apple Pay é uma funcionalidade mágica. Esqueça o dinheiro na carteira ou as transferências bancárias no Multibanco. Basta premir um botão no relógio e está feito, sem ter de revelar informações pessoais ou informações de conta bancária.

5. Comunicação

O Apple Watch permite que envie mensagens e faça chamadas. Parece algo saído de um filme de ficção científica mas que é real.

6. Controlo remoto

Como não poderia deixar de ser, o Apple Watch possibilita que trabalhe com outros gadgets através de controlo remoto. Este que é, claramente, um dos melhores smartwatches deixa-o controlar a Apple TV, aceder à câmara do iPhone e (graças à Siri e integração HomeKit) permite controlar as luzes, termómetro, persianas e outros dispositivos conectados da sua casa.

Devo comprar um Apple Watch: sim ou não?

Não deve comprar um Apple Watch se:

  • Não gosta de relógios ou não dispensa os relógios tradicionais;
  • Prefere ir sempre ao iPhone ou não quer ter iPhone;
  • Pretende esperar por mais evolução tecnológica para saber até que onde a tecnologia de pulso vai chegar.

Deve comprar um Apple Watch se:

  • Quer passar menos tempo no iPhone;
  • Lhe agrada a ideia de ter pagamentos simplificados e monitorização de exercício físico;
  • Quer ter a possibilidade de ver quem lhe está a ligar antes de tomar a decisão de pegar no telemóvel;
  • Quer viver no futuro, mas já hoje.

 

Veja também:

Ana Duarte Ana Duarte

Jornalista e gestora de comunicação no projeto Patient Innovation, Ana Duarte é mestre em Ciências da Comunicação, pela Universidade do Porto. A sua paixão pela escrita começou cedo, quando aprendeu a escrever e começou a criar os seus próprios jornais. Interessa-se por tecnologia, desporto, cinema e literatura.