As 5 coisas em que deve pensar antes de abrir um negócio

Abrir um negócio pode ser assustador, mas é sempre possível desde que seja feito com organização. Se quer passar da fase da ideia para a implementação, veja as 5 coisas em que deve pensar.

As 5 coisas em que deve pensar antes de abrir um negócio
Dicas para começar o negócio com o pé direito
  • Dedique uma parte do seu tempo a tentar perceber como funciona o mercado em que está a tentar entrar

1. Autonomia financeira

O fator dinheiro é, sem dúvida, um dos principais que deve ter em conta e deve garantir que consegue cobrir as despesas básicas tanto da empresa como as suas. Para além de poder contar com alguns meses de poupança, deve considerar a possibilidade de mudar o seu estilo de vida enquanto o negócio estiver em fase inicial.


2. Preparação mental

Não se engane a pensar que uma vez dado o primeiro passo o negócio vai começar a andar. A fase de dar o primeiro passo é apenas uma das dificuldades que vai encontrar no caminho e, desde o momento em que lança o negócio até o momento em que este começa a “andar” vai encontrar muitos obstáculos. A possibilidade de ultrapassá-los ou não vai depender apenas da sua preparação mental, esforço e otimismo. 


3. Apoio familiar

Este ponto refere-se àquela pessoa que está ao seu lado aconteça o que acontecer. Pode ser a sua mulher, marido, mãe ou até o núcleo familiar, mas o importante é que esta pessoa faça parte do processo desde o início e saiba que pode contar com ela em qualquer momento. 


4. Sócio ou parceiro

Vai abrir um negócio com o seu melhor amigo de infância, com o seu marido/mulher ou com o colega que conheceu há umas semanas? Antes de dar qualquer passo, é fundamental definir o papel de cada um e saber o esforço que estão dispostos a fazer. A parceria que estabelecer com esta pessoa tem de ser forte e não pode pôr em risco um investimento por causa de uma discussão. 


5. Características do mercado

Ter uma grande ideia não é suficiente e há milhares de fatores que podem influir no sucesso de um negócio. Para além dos fatores pessoais acima referidos, há questões que estão fora do nosso controlo como o próprio mercado em que está a tentar entrar. Dedique uma boa parte do seu tempo a tentar perceber como funciona, as características e as possibilidades de sucesso que tem. Apesar de sempre haver mudanças, pelo menos vai saber com o que pode contar. 


Veja também: