Bronquite alérgica: sintomas e tratamento

A bronquite alérgica está muito associada a alergias respiratórias e nem sempre tem cura.

Bronquite alérgica: sintomas e tratamento
Uma doença que atinge 5% da população mundial

Certamente já ouviu falar em bronquite alérgica. Muito possivelmente, até conhece alguém que sofre deste problema. Mas, sabe exatamente em que consiste este problema?

A bronquite alérgica é uma das formas de manifestação da bronquite e está em estreita ligação com alergias das vias respiratórias desenvolvidas pelo portador da doença. Os brônquios e respetivos tubos respiratórios ficam inflamados, mais estreitos e, eventualmente, com muco, e a respiração torna-se bastante mais difícil.

Este problema de saúde não é contagioso e pode ou não ter cura. A utilização de vacinas pode vir a ser útil para o tratamento da bronquite alérgica.

Também conhecida como asma brônquica, esta doença é das mais comuns em termos de inflamação dos brônquios e tem características específicas que permitem que sejam diferenciada das outras formas de bronquite:

  • Cerca de 80% da doença é de causa alérgica, e no caso das crianças o número atinge os 90%;
  • Apenas uma minoria está associada apenas a fatores não alérgicos, como agentes poluentes, fortes cheiros, infeções virais, mudanças climáticas e exercício físico.
 

Sintomas da bronquite alérgica

As pessoas portadoras de bronquite alérgica são extremamente sensíveis a agentes externos, que levam à inflamação intensa dos brônquios. Exemplos desses agentes são poeiras e temperaturas muitos díspares com mudanças repentinas.

Outros exemplos são os chamados ingredientes alergénicos, que assim que chegam aos pulmões causam uma reação alérgica que leva a que tenha muita tosse e falta de ar - um mecanismo de defesa do nosso organismo.

Na verdade, a bronquite alérgica é tão semelhante à asma que chega a ser confundida com a mesma.Os principais sintomas são:

  • Dificuldade a respirar;
  • Tosse seca e irritativa;
  • Chiar no peito;
  • Dor ao inspirar e expirar profundamente;
  • Febre (em alguns casos);
  • Espirros constantes;
  • Vias aéreas entupidas.
 

Tratamento da bronquite alérgica

Para que se possa prescrever o tratamento mais adequado, é necessário analisar caso a caso. Deve sempre consultar o seu médico para que o mesmo possa analisar o seu histórico, para que faça exames de rotina e de especialidade e assim se possa chegar a uma conclusão.

Nos casos em que o elemento que causa a alergia possa ser eliminado ou no caso de existir forma de eliminar essa alergia, existe cura para a bronquite alérgica.

No caso disso não ser possível, o que se pode fazer é atenuar os sintomas incomodativos que daí advêm.

Medicamentos, fisioterapia, desportos como a natação e corrida, podem ser algumas das abordagens para a melhoria do bem estar de uma pessoa que sofra de bronquite alérgica, uma vez que todas estas ferramentas visam a melhoria do sistema respiratório.

Veja também: