Os carros premium mais baratos da Mercedes, BMW e Audi

Quem quiser comprar um dos carros premium mais baratos das marcas Mercedes-Benz, Audi e BMW terá de desembolsar no mínimo 26 mil euros.

Os carros premium mais baratos da Mercedes, BMW e Audi
Conheça os modelos de entrada de gama das marcas alemãs

Qualidade, ‘status social’, potência e performance são algumas das razões que levam os portugueses a comprar um automóvel premium. E se pensa que o preço pode ser um entrave, engana-se. Nos últimos anos as marcas premium passaram a ter modelos que se inserem nos segmentos mais vendidos no mercado nacional – como os segmentos C e B – e por um preço bem acessível. Se ainda não conhece os modelos de carros premium mais baratos em Portugal nós mostramos-lhes quais são e quando custam.

Diferenciação das marcas premium

No ranking das marcas de carros mais vendidas no mercado nacional, as fabricantes Mercedes, BMW e Audi surgem entre as primeiras. E a explicação para que isso aconteça num país que saiu de um período de austeridade é simples.

Se a maioria dos automóveis oferecem níveis de segurança e conforto satisfatórios, as marca premium tiveram de começar a oferecer algo mais.

Hoje a diferenciação das marcas premium para as outras marcas faz-se acima de tudo pelo design, tecnologia, performance e requinte dos modelos de gama de entrada que apresentam. Este é o valor acrescentado que se consegue ter quando se opta por comprar carros premium mais baratos.

E se há uns anos a escolha entre um modelo e outro se prendia com alguns pressupostos racionais – mesmo colocando de parte as questões financeiras – hoje em dia a compra de um carro é cada vez mais de índole emocional.

Os carros premium mais baratos à venda em Portugal

Mercedes-Benz Classe A

C

Preço a partir de 25.096€

O Mercedes-Benz Classe A ocupa um lugar de relevo no portfolio de modelos da marca de Estugarda. Com base numa política comercial bastante agressiva e a características como economia, prestações e funcionalidade, o Classe A ganhou estatuto de ‘estrela’ na constelação da Mercedes-Benz.

Sem querer descansar sobre os louros alcançados, a marca alemã aplicou uma renovação de meio de ciclo de vida (2015) para o seu compacto premium. O Mercedes-Benz Classe A ficou ainda mais apetrechado para enfrentar os rivais do segmento, dos quais se destacam o BMW Série 1 e o Audi A3. Em traços gerais, com a renovação do Classe A, a Mercedes-Benz procurou dotar o seu modelo de um carácter mais desportivo sem prejudicar o conforto.

A marca abandonou a terminologia ‘cdi’ e passou a apresentar apenas um ‘d’ (de diesel) junto ao número identificativo da versão. No interior nota-se que o conforto e muitas das mordomias que se espera num carro premium estão lá. Em termos de motor, a Mercedes optou por recorrer a um parceiro de negócios, neste caso à Renault, para apresentar a sua motorização mais baixa.

O Classe A assume o estatuto de best-seller para a Mercedes-Benz, sendo um dos carros premium mais baratos que mantém o conforto, requinte, qualidade e equilíbrio entre prestações e consumos.

A geração atual deste compacto familiar a gasóleo foi lançada em 2012, mas com a concorrência a apertar, a marca da estrela está já a reagir. A Mercedes está a acelerar o desenvolvimento da nova geração do Classe A que pretende lançar no mercado em 2018. No ano passado, os modelos compactos da Mercedes-Benz representaram 60% das vendas da marca em Portugal, com destaque para o Classe A com 4.884 unidades comercializadas.

BMW Serie 1

C

Preço a partir de 25.560€

Com mais de uma década de história e mais de dois milhões de unidades vendidas, o Série 1 da BMW voltou a surpreender na última atualização, em 2015. A segunda geração conseguiu tornar o Série 1 num automóvel que além de brilhante em termos dinâmico, evoluiu visualmente. Na frente o Serie 1 inspirou-se no elegante Série 2, com óticas mais estreitas e perfiladas, um pára-choques com entradas de ar de maiores dimensões e uma grelha com o tradicional duplo rim da marca alemã.

O Série 1 é o modelo de entrada de gama BMW, sendo que é a opção mais em conta (ou menos cara) com a motorização 116i. Oferece ar-condicionado de duas zonas, faróis em LED com luzes diurnas do mesmo tipo, start-stop, ecrã digital para navegação e entretenimento, controlo de tração e estabilidade, entre outros equipamentos. É um pacote bem razoável para quem quer um carro premium barato.

Quando a primeira geração do BMW Serie 1 foi lançada, em 2004, a marca alemã estava longe de saber que o Serie 1 seria um dos impulsionadores das vendas da fabricante. O Serie 1 está disponível nas versões de três e cinco portas, berlina, Coupé, Cabrio e ActiveE e para muitos portugueses é a possibilidade de ter um dos carros premium mais baratos, por pouco mais de 25 mil euros.

Atualmente a BMW é a quinta marca mais vendida em Portugal, um crescimento que é fruto de vários fatores, como, por exemplo, o facto de a marca ter no mercado várias modelos com cilindrada baixas.

Audi A3

C

Preço a partir de 26.110€

A atual geração do Audi A3, o bestseller da marca alemã dos anéis, foi apresentada no ano passado e trouxe um modelo mais apelativo devido às atualizações técnicas e estéticas que foram feitas. Em destaque estão elementos como os novos sistemas de assistência à condução e motores renovados, bem como faróis e farolins redesenhados.

Uma das grandes novidades a bordo é a introdução do conceito digital para o painel de instrumentos na forma do Audi ‘virtual cockpit’ com base num ecrã de alta resolução TFT de 12.3 polegadas. A estrutura do menu no sistema de Multi Media Interface (MMI) foi redesenhada e conta com o botão rotativo de controlo que na sua superfície tem o ‘touchpad’ sensível ao toque que permite inserir carateres e navegar por gestos com os dedos.

O avançado controlo de voz para navegação, rádio, media e telefone agora também “entende” muitas frases da linguagem quotidiana. O MMI rádio plus, com um ecrã elétrico de 7 polegadas, pertence ao equipamento de série.

A marca dos três anéis também dotou este modelo dos mais recentes sistemas de segurança. Os recém-desenvolvidos Audi active lane assist e o Audi pre sense à frente, incluindo a proteção dos peões preditiva, tornam a condução em zonas urbanas e em estrada ainda mais segura. O Audi A3 está disponível em versões de três portas, Sportback, Limousine e Cabriolet, e tem um preço de entrada de 26.110€ para a versão base com motor 1.0 TFSI de 115 cavalos.

A Audi é a única das marcas alemãs que tem ainda no seu portfolio mais um dos carros premium mais baratos do mercado. O A1, que se insere no segmento A (dos citadinos) é um modelo criado a pensar nos jovens que procuram uma carro premium barato que lhes proporcione uma performance de topo, qualidade, potência e conforto. O preço de entrada do mais pequeno Audi é de 19.420€ A marca de Ingolstadt já iniciou os testes à segunda geração do A1 que deverá chegar ao mercado em 2018.

Veja também: