Publicidade:

7 centros históricos europeus para quem gosta de fugir ao óbvio

Estes centros históricos estão localizados um pouco por todo o mundo e têm tanta magia como poucos. Viaje connosco e não perca as dicas.

7 centros históricos europeus para quem gosta de fugir ao óbvio
Conheça estes locais caminhando

Itália, França, Espanha ou mesmo Portugal… É só fazer “pim pam pum” e escolher o que quer conhecer. Se há programa agradável – sobretudo com bom tempo – é uma boa caminhada por sítios que, só por si, contam uma história. E, claro, com direito a algumas pausas para umas bebidas e snacks em estabelecimentos sui géneris. Neste artigo apresentamos-lhe sete opções de centros históricos que estão fora das rotas do turismo em massa e que vai adorar visitar.

7 centros históricos que precisa conhecer ao pormenor


Colmar, Alsácia, França

colmarFonte: Unsplash/saschasturm

Começamos a nossa viagem de centros históricos que não pode deixar de visitar com Colmar, em França. A fazer fronteira com a Alemanha, este centro caracteriza-se pelo grande colorido das casas, ruas e ruelas que valem muito a pena percorrer. Integrada na famosa Rota do Vinho, tem todas as principais concentradas no centro e é, por isso, super fácil de conhecer a caminhar. Um verdadeiro conto de fadas.

Chania, Creta, Grécia

greciaFonte: Unsplash/daanhuttinga

Vasos, mais vasos e trepadeiras. Esta é uma das principais características de um dos centros históricos europeus que tem de incluir no seu “bucket list”. Localizada do lado oeste da ilha, Chania tem um estilo muito pitoresco e tem uma grande parte da cidade antiga preservada até hoje. Os bairros antigos datam das eras de ocupação Veneziana e Turca, imagine só.

Split, Croácia

splitFonte: Pixabay/kirkandmimi

Muitas escadas com história e magia. Split é uma cidade histórica com tesouros muito bem preservados. As ruínas do palácio de Dioclesiano é um ponto obrigatório, assim como as suas ruas estreitas, cheias de pedra e mística, característico das cidades milenares.

Rochefort-en-Terre, Bretanha, França

frança

Esta é uma das mais belas vilas pitorescas que vai encontrar. Localizada no sul da Bretanha, noroeste da França, Rochefort-en-Terre conta com uma várias construções de pedra, telhados inclinados e muitos canteiros de flores coloridas pelas ruas. O cenário parece saído de uma pintura! Excelente para passear e namorar.

Bolonha, Itália

bolonhaFonte: Pixabay/gustavozini

Casas de terracota, telhados de barro e uma cidade pequenina com quase 400 mil habitantes. Localizada a norte de Itália, entre o rio Reno e o rio Savena, Bolonha tem um dos centros históricos mais bonitos da Europa. É lá que está a universidade mais antiga do país e da Europa (1088), onde andaram nomes como Petrarca, Dante e Boccaccio. Um centro histórico que respira cultura.

Valência, Espanha

valenciaFonte: Unsplash/shuishi

Casarios mágicos, ruas estreitas e cheias de mística. É isto que vai encontrar no centro de Valência, uma cidade com mais de 2 mil anos de história. Fundada pelos romanos, o seu centro histórico conta com imensas provas romanas e também visigodas (que estiveram também na cidade) e vale muito umas caminhadas a pé. Catedrais, mercados, basílicas e palácios são alguns dos imperdíveis.

Piódão, Portugal

piodãoFonte: Pixabay/jackmac34

E não podíamos terminar a lista de centros históricos obrigatórios sem incluir pelo menos um spot português: fica perto da Serra da Estrela e chama-se Piódão. Parece uma vila saída de um conto de crianças. Tudo (ou quase tudo) é feito de xisto – das pedras da calçada aos telhados das casas! Conte também com muitas escadas para subir e descer e encante-se com este centro histórico.

Veja também: