AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como usar o Linkedin: 12 dicas essenciais

Nos dias de hoje, saber como usar o LinkedIn é indispensável.

Como usar o Linkedin: 12 dicas essenciais
Saiba tirar o melhor partido desta rede

Enriqueça o seu CV e aumente as hipóteses de ser contratadoSaiba como
A rede social Linkedin tornou-se uma ferramenta de trabalho imprescindível para empresas e profissionais. Não chega ter um perfil. Torne-se relevante.

O actual mercado laboral tem uma forte presença nas redes sociais. A competição assim o dita, pelo que quem contrata e quem procura emprego deve saber como usar o LinkedIn. Tratando-se de uma rede social que privilegia os contactos profissionais, impõe-se ter um perfil adequado e compreender ‘as regras de etiqueta’.

Na prática, estamos a falar de uma plataforma que reúne empresas e profissionais. O perfil é o cartão-de-visita, pelo que deve ser criado com cuidado e a pensar na visibilidade que terá na rede. Quem procura emprego, quer chamar a atenção e quem recruta, quer encontrar os candidatos ideias.

O LinkedIn pode ser a estratégia certa para sobressair entre a concorrência. Claro que não basta marcar presença na rede. É preciso saber estar, agir de acordo com o ‘código de etiqueta’. Comunicar tem regras e a comunicação no mundo das redes sociais não é excepção. Confuso? Não fique. Vamos dar-lhe uma ajuda para que possa tirar o máximo proveito.


12 dicas sobre como usar o LinkedIn


1. Perfil cuidado

Básico mas nem sempre posto em prática. Tratando-se de uma ‘espécie’ de cv online, deve ter atenção à sua elaboração. Preencha todos os campos, com informação específica. Dê um toque pessoal ao seu resumo. Utilize uma fotografia recente e profissional. Mantenha os contactos actualizados. Aposte nas suas competências. Voluntariado, prémios, certificados: tudo conta.



2. ‘Updates’ sem dar nas vistas

Quando está a actualizar o perfil, a sua rede é automaticamente informada. Evite ‘incomodar’ as suas conexões com ‘updates’. Clique em Configurações e Privacidade, no menu abaixo do seu nome no canto direito superior. Seleccione Activar/Desactivar divulgação de actividades e status. Na janela que aparecer, clique em Salvar. Após a actualização, reactive a opção.



3. Não mentir

Erro crasso. Mentir, para parecer melhor ou menos mau, será certamente o fim das suas aspirações. Os recrutadores têm uma larga experiência, pelo que à menor suspeita de mentira, investigam a informação na fonte. Se isso se confirmar, a sua credibilidade cai por terra. Além disso, entre tantas ligações na rede é fácil encontrar alguém que sabe que está a mentir e passe a palavra.



4. Qualidade em vez de quantidade

Um grande número de contactos não é sinónimo de maior visibilidade ou de mais visualizações no seu perfil. Seja selectivo na criação da sua rede de contactos. Opte por aceitar e/ou pedir amizade a quem conhece ou aqueles que podem ser uma mais-valia para os seus objectivos profissionais. Esqueça os números e aposte na qualidade.



5. Não perca tempo

Pode parecer um pouco contrário ao que acabou de ler mas não é. Se acabou de conhecer uma pessoa, numa conferência, num workshop, que profissionalmente pode ser um bom contacto, dê o primeiro passo. Envie de imediato o convite. Se deixar passar a oportunidade, o mais certo é que quando o fizer, ela já não se recorde de si.



6. Iniciativa

Uma das dicas do LinkedIn menos utilizada. Seja pró-activo na rede. Faça parte de grupos sobre assuntos e temas que sejam pertinentes para si. Participe em discussões, comente, faça posts. Além disso, siga os perfis de empresas que sejam referência ou que lhe interessam. Uma actividade dinâmica na rede dar-lhe-á maior visibilidade e novos contactos podem surgir.



7. Dê para receber

No LinkedIn as recomendações são o equivalente às cartas de recomendação. São uma componente do perfil que deve privilegiar. Recomendações de antigos ou actuais colegas e chefes são um reforço positivo às suas competências e capacidades. Se quer ser recomendado por alguém, recomende também alguém.



8. URL personalizada

Editar a sua URL e torna-la mais pessoal é essencial. Afinal é preferível ter um link com o primeiro e o último nome, do que cheio de letras e números. Siga os passos: Perfil (menu superior) – Editar perfil – Editar (ao lado da URL, abaixo da imagem). Depois é só personalizar. Vai ver que será mais fácil ser encontrado.



9. Convites individuais

Marque a diferença. Quando enviar um pedido para adicionar alguém que acabou de conhecer ou que nem sequer conhece pessoalmente, esqueça a mensagem pré-definida. Escreva umas linhas a apresentar-se e a explicar os motivos porque gostaria de a integrar na sua rede. Vai ver que a resposta positiva chega de imediato.



10. Não insistir

Não seja inconveniente. Se já enviou o convite e ainda não obteve resposta, aguarde. Não caia na tentação de voltar a enviar o convite e muito menos de o fazer insistentemente. O mais certo, se o fizer, é não ter resposta e ser ignorado. Seja paciente, até porque o próprio LinkedIn recorda que temos convites pendentes.



11. Boa vizinhança

Quando algum membro da sua rede actualiza o perfil com uma promoção ou uma nova etapa profissional, dê-lhe os parabéns. Agradeça as recomendações que lhe fazem e tente recomendar alguém, pelo menos, uma vez por semana. Quando aceitar um convite, envie uma mensagem de agradecimento. Sempre que possível, apresente contactos da sua rede entre si.



12. Nem muito, nem pouco

Como tudo na vida, tenha peso, conta e medida na publicação de posts. Não entre em exageros mas também não esteja ‘mudo’. É importante dizer presente e fazer-se notar na sua rede de contactos, desde que de uma forma equilibrada. Não mais de um post por dia e alguns por semana. Ninguém tem paciência para ver o seu feed cheio de artigos com a mesma origem.
Faça mais pelo seu Curriculum e concorra ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: