AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Como viver a praxe

Tempo de regresso às aulas significa também que chegou aquela semana em que as ruas se pintam de estudantes. Sabes tudo o que precisas para viver a praxe?

Como viver a praxe
9 Dicas para (sobre)viver a praxe

Do que falamos quando falamos de praxe?

Para começar, o que é a praxe? A praxe é a lei académica. Define aquilo que, na tradição académica, é regulamentado. Como, por exemplo, as relações sociais e hierarquias entre os estudantes, os seus direitos, deveres ou proibições, a etiqueta académica (o uso do traje, o tratamento, etc.) ou o protocolo (a imposição de insígnias, as serenatas, os cortejos ou os batismos, etc.).
 
É, também, uma forma de integração que permite, muito rapidamente, conhecer os colegas caloiros e restantes estudantes, de vários cursos e anos. O espírito de equipa e inter-ajuda são muito fortes e resultam em amizades para toda a vida. E, claro, proporciona dias e noites animados que ajudam a aliviar a responsabilidade da vida de estudante.
 
Conhece as nossas dicas para viver a praxe e sobreviver ao ano de caloiro.
 

As dicas

1. Aderiste à praxe? Então, diverte-te! Já sabes, durante uns meses, vais ser “o caloiro”, relaxa e aceita as regras do jogo.
 
2. A praxe académica é sinónimo de amizade e acolhimento. Terás colegas de todo o país, com histórias de vida ricas e diferentes, ouve-as, aprende com elas e faz amigos.
 
3. Vive a praxe em grupo. Estão todos no mesmo barco, sendo solidários e unidos, será muito mais fácil e divertido do que sozinho.
 
4. Aproveita o lanço e junta-te à tuna, à associação de estudantes ou ao núcleo de curso. É uma excelente oportunidade para fazer amigos e desenvolver ou melhorar competências.
 
5. É importante conheceres os teus direitos e deveres. Sabendo-os, evita desafiar os teus superiores por tudo e por nada. Também na praxe, deves saber escolher as tuas batalhas.
 
6. Para evitar atrasos e complicações, avisa logo no início se tiveres algum impedimento quanto a qualquer atividade. Fala abertamente, seja uma questão física ou de consciência.
 
7. Não desistas. Muito menos fujas se chamarem o teu nome. Só estarás a chamar mais a atenção. Leva as coisas na desportiva! Isto é só a praxe.
 
8. Não sejas mais papista do que o Papa! Isto é, não queiras ser mais engraçadinho do que os doutores ou veteranos.  Corres o risco de passar umas horas a iluminar candeeiros.
 
9. É sabido que, é muito mais divertido ser praxado do que praxar, por isso, abstrai-te, mantém a mente aberta e aproveita ao máximo este ano irrepetível.
 

Atenção aos limites!

Por fim, há quem ame e respeite o princípio da praxe e as tradições académicas, como também, quem aproveite o poder da capa preta para ser mauzinho. Se sentires que alguém está a ultrapassar os limites, se tiveres medo ou sentires a tua dignidade lesada, fala imediatamente. Ou, se, face à tua recusa, te ameaçarem com expulsão, sabe que isso é um total desrespeito pelos valores académicos. E lembra-te: a praxe é facultativa
 
  • Quer saber como pode fazer um MBA ou uma pós-graduação que vai mudar-lhe a vida? Clique aqui.
    Valorize-se profissionalmente... Saiba como com o nosso Simulador de Emprego e Formação >>
Veja também: