8 dicas para conservar alimentos por mais tempo

Como conservar os alimentos de forma a que durem mais tempo sem ser preciso congelar? Temos 8 dicas infalíveis. 

8 dicas para conservar alimentos por mais tempo
Mais tempo, menos dinheiro gasto

Quando se trata de conservar alimentos há cuidados básicos que deve seguir para, em primeiro lugar, evitar infeções e intoxicações e, em segundo, para conservar os alimentos frescos por mais tempo. Na conservação, manipulação e preparação de alimentos em casa, os erros mais comuns dizem respeito à temperatura e aos tempos incorretos utilizados na conservação e confeção dos alimentos e todas as ações que resultam na contaminação cruzada.

Assim, para conservar os alimentos em condições seguras, é fundamental que a temperatura do frigorífico seja sempre inferior 5 graus e a temperatura do congelador igual ou inferior a -18 graus. Além disso, respeite os cuidados de conservação para cada alimento. Use um utensílio para cada tipo de alimento ou, no mínimo, lave-o. Por exemplo, se cortou frango, lave muito bem a faca antes de a usar noutro alimento.
 

8 dicas simples e práticas para conservar os seus alimentos preferidos
 

1. Cogumelos

Os sacos de papel são a melhor forma de proteger os alimentos contra a humidade que origina o bolor. Se adora cogumelos, sabe que ao fim de alguns dias começam a murchar e a criar uma camada gordurosa. Guarde-os em sacos de papel e mantenha-os frescos por mais tempo.

 

2. Frutos secos

Sabia que os frutos secos intensificam de sabor e duram mais tempos se forem assados e guardados no congelador? Se não passa sem oleaginosas, aqui tem uma dica infalível para as ter por perto durante todo o ano. Pode sempre acrescentar mais alguns ingredientes e preparar uma deliciosa granola ou barras de cereais.
 


3. Alface, alho-francês, aipo e brócolos

Alimentos como o alho-francês, o aipo, a alface e os brócolos precisam de um cuidado extra. Além de os guardar na gaveta dos legumes e para os conservar por mais tempo, prevenindo que apodreçam, embrulhe-os em alumínio antes de os colocar no frigorífico. Podem durar frescos mais de quatro semanas.

 

4. Tomate

Quando chegar da frutaria, retire imediatamente os tomates do saco de plástico, caso contrário, apodrecem em menos de nada. O tomate deve ser guardado à temperatura ambiente, longe do sol, sobre papel de cozinha, com a raiz para cima e afastados entre si. 
 


5. Bananas

Compra as bananas quase verdes, precisamente, para que durem mais tempo mas, quando dá por elas, já estão negras? Experimente embrulhar o caule das bananas, sem as separar, em película aderente e vai ver que duram mais três ou cinco dias do que o habitual. Além disso, mantenha-as afastadas das outras frutas. 

 

6. Ervas aromáticas

Para que se conservem frescas por mais tempo cubra-as com um plástico, prenda com um elástico e mantenha-as num local arejado. Outra opção passa por as congelar em azeite, em cuvetes de gelo. Assim, tem receitas perfumadas com ervas aromáticas todo o ano.



7. Morango

Outro alimento que num instante apodrece mesmo que seja guardado no frigorífico. Pois bem, experimente conservar os morangos com vinagre. Parece estranho mas funciona! Basta uma dose de vinagre para dez porções de água, depois coloque os morangos na mistura, escorra, enxagúe e guarde-os no frigorífico.

 

8. Cebolas e batatas

Para que as cebolas durem até oito meses, coloque-as em meias de vidro, dando um nó entre cada cebola. Se quer evitar que as batatas germinem tão rapidamente, guarde-as junto às maçãs. 

Veja também: