AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Cursos com futuro: qual é o seu?

Todos os anos, por esta altura, a taxa de empregabilidade dos cursos superiores é tema de conversa e este ano não é exceção. Veja quais os cursos com futuro.

Cursos com futuro: qual é o seu?
Saiba quais são os cursos que lhe podem garantir emprego.

Em época de candidaturas e acesso ao ensino superior, são muitos os estudantes que concentram todas as suas atenções em escolher cursos com futuro ou pelo menos os cursos que vão definir os seus futuros.
 
Mas afinal de contas, quais são os cursos com futuro em Portugal? Ao longo da vida somos “programados” para escolher cursos ou profissões que sejam sinónimo de emprego garantido. Mas a segurança dos cursos e áreas de emprego é volátil e – salvo raras exceções – todos os anos são revelados novos dados sobre as taxas de empregabilidade (ou falta dela) de cada curso.
 

Top 10: As melhores escolhas

Pensar em cursos com futuro é inevitavelmente pensar em cursos com boas taxas de empregabilidade.
 
Como vem sendo apanágio nos últimos anos, a Direção Geral do Ensino Superior divulga os dados relativos às taxas de empregabilidade e desemprego dos cursos lecionados em território nacional. Veja agora, o top dez daqueles que são atualmente considerados os cursos com futuro.
 

1. Medicina, na Universidade de Lisboa

Sem surpresas aqui. É um curso de Medicina a ocupar o primeiro lugar dos cursos com maior taxa de empregabilidade. É aliás o único curso com 100% de colocações de estudantes graduados.
 

2. Gestão, na Universidade dos Açores

Com 98% de taxa de empregabilidade, o curso de gestão da Universidade dos Açores ocupa os lugares cimeiros dos cursos com futuro. A título informativo, para quem possa estar a pensar ingressar neste curso, no ano letivo de 2013, a nota do último colocado rondou os 12 valores.
 

3.Engenharia Informática + Design de Media Interativos, na Universidade da Madeira

Quase que podemos dizer que as ilhas são detentoras dos cursos com futuro. O curso de Engenharia Informática + Design de Media Interativos apresentou uma das taxas de desemprego mais baixas do país. No total 97% dos estudantes estão empregados.
 

4. Enfermagem, Universidade da Madeira

Com 96% de alunos empregados o curso de enfermagem ocupa um dos lugares cimeiros da lista dos cursos com futuro.
 

5. Enfermagem, Universidade dos Açores 

Os arquipélagos da Madeira e Açores conseguem estabelecer um empate, ambos com uma taxa de emprego de 96% para os cursos de enfermagem.
 

6. Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, do Instituto Superior Técnico na Universidade de Lisboa

96% dos mestrandos em Engenharia Eletrotécnica e de Computadores neste estabelecimento de ensino estão empregados. 


 

7. Ciência da Educação, na Universidade da Madeira

Tem uma taxa de empregabilidade de 95%.
 

8. Engenharia Informática, Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

É o único curso que coloca a mais antiga universidade do país na lista. O curso de Engenharia Informática apresenta uma taxa de emprego de 95%.
 

9. Gestão, da Universidade da Madeira

Também com 95%, o curso de Gestão, da Universidade da Madeira integra a lista dos cursos com menor taxa de desemprego em Portugal.
 

10. Economia, da Universidade da Madeira

O arquipélago da Madeira lidera o ranking ao ter a Universidade com mais cursos com baixa taxa de desemprego. Aos exemplos anteriores soma-se ainda o curso de Economia, com 94% dos alunos empregados.


Veja também: Empregos de futuro que ainda não existem
 

Cursos com desemprego à espreita

Para quem agora dá os primeiros passos no ensino superior, os próximos anos podem ter tanto de entusiasmante como assustador. 
 
Se por um lado muito se fala dos cursos com maior taxa de empregabilidade, não menos destaque se dá aos que serão “desemprego na certa”, como tantas vezes se ouve dizer. 
 
E se há um Top 10 para os cursos com futuro, não podia faltar o ranking para os cursos com maior taxa de desemprego em Portugal. Saiba quais: 
 
1. Marketing e Comunicação Empresarial, no Instituto Politécnico de Viana do Castelo (66,6%)
2. Gerontologia Social, do Instituto Politécnico de Coimbra (45,4%)
3. Engenharia de Sistemas de Energias Renováveis, no Instituto Politécnico de Viana do Castelo (38%)
4. Engenharia Informática, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro  (37,5%)
5. Vídeo e Cinema Documental, no Instituto Politécnico de Tomar (34,4%)
6. Animação Cultural, no Instituto Politécnico de Leiria  (29,5%)
7. Gestão de Atividades Turísticas, do Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (29,4%)
8. Arte e Design, do Instituto Politécnico de Bragança (28,9%)
9. Nutrição Humana e Qualidade Alimentar, do Instituto Politécnico de Castelo Branco (28,3%)
10. Design de Equipamento, no Instituto Politécnico da Guarda (27,5%)
 

Faça a sua escolha sem rankings 

Escolher cursos com futuro não é uma ciência exata e está sempre dependente das circunstâncias envolventes. Uma crise económica como a que atualmente se vive em Portugal – por exemplo – pode tornar cursos com futuro, em cursos com elevadas taxas de desemprego. 
 
Independentemente dos rankings e das taxas de emprego ou desemprego, uma coisa é certa, a sua escolha deve ser isso mesmo: uma escolha sua. Não se limite a olhar para os resultados e a escolher os cursos que à partida lhe vão garantir u emprego. De pouco ou nada lhe adianta ingressar num curso pelo qual não tem o mínimo interesse ou vocação.
 
Veja também: