10 empregos bem pagos e pouco stressantes

Fique a saber quais são os empregos mais bem pagos e com níveis de stress mais baixos.

10 empregos bem pagos e pouco stressantes
Se quer fugir do stress no trabalho, este artigo é para si

Acredita que existem empregos bem pagos e com baixos níveis de stress? Pois é, pode parecer um sonho, mas para muitos é uma realidade. A “boa nova” é avançada pelo site Business Insider, que divulgou recentemente uma lista que prova que, afinal, é possível combinar bons salários e baixos índices de stress.

Continua a não acreditar? Ora veja.

O top 10 dos empregos bem pagos e pouco stressantes

Os dados avançados pela publicação baseiam-se na pesquisa realizada pelo académico Laurence Shatkin (especialista em consultoria de carreiras) e que mede a tolerância ao stress dos trabalhadores norte-americanos numa escala de 0 a 100. E este é o fator mais importante, seguindo-se depois o salário auferido por cada profissional.

A pesquisa recorreu aos dados disponibilizados pelo Bureau of Labor Statistics (em português, Departamento de Estatísticas do Trabalho) e pela Occupational Information Network (O*NET – Rede De Informação Ocupacional).

Convém realçar que, embora a lista divulgada diga obviamente respeito aos Estados Unidos da América (EUA) e a realidade do país seja distinta daquela que se vive em Portugal, podem sempre estabelecer-se algumas conexões. E depois, quem sabe se não encontra aqui o seu futuro emprego.

Conheça agora a lista dos empregos bem pagos e pouco stressantes.

1. Cientistas de materiais

É o grande “vencedor” desta corrida, já que revela uma taxa de tolerância ao stress de 53, a que se junta um salário anual de 94 350 dólares (mais de 86 000€).

2. Cientistas de alimentos

São responsáveis por garantir a segurança dos produtos alimentícios, mas ainda assim apresentam uma das taxas de tolerância ao stress mais baixas, de 55.8. O salário anual, esse é de 66 870 dólares (cerca de 61 000€).

3. Matemáticos

É caso para dizer que os números acalmam. Estes profissionais têm uma de tolerância ao stress de 57,3 e um salário de 104 350 dólares (cerca de 96 000€ por ano).

matematico

4. Geógrafos

Estudam e analisam a distribuição e disposição de vários aspetos da superfície terrestre. A sua taxa de tolerância ao stress é de 58 e auferem um salário anual de 75 610 dólares (quase 70 000€).

5. Cientistas políticos

Vivem debruçados sobre os sistemas políticos, mas nem isso os “stressa. 60,8 é a taxa de tolerância ao stress destes profissionais. O salário, por sua vez, ronda os 104 000 dólares (cerca de 96 000€).

6. Físicos

Com 61,3 de taxa de tolerância ao stress e um salário anual de 117 300 dólares (mais de 107 000€), estes investigadores ocupam a sexta posição do ranking.

7. Astrónomos

Observam e analisam os fenómenos astrológicos e talvez seja por isso que apresentam uma taxa de tolerância ao stress de 62. Quanto ao salário, também não está nada mal. É de 107 140 dólares (mais de 98 000€).

8. Geofísicos

A taxa de tolerância ao stress é de 62,5, o que os coloca na oitava posição. Se baseássemos o ranking apenas no salário, podiam subir algumas posições, já que recebem um salário anual de 105 390 dólares (cerca de 97 000€).

9. Professores de direito

O que fazem todos sabem. O que talvez não saibam é que a taxa de tolerância ao stress destes profissionais é de 62,8 e os salários anuais de 126 270 dólares (mais de 116 mil euros).

professor

10. Economistas

63,3 é a taxa de tolerância ao stress dos economistas que ainda levam para casa um salário anual de 105 290 dólares (aproximadamente 97 mil euros).

E agora, já acredita num bom salário livre de stress?

Como dissemos antes, esta lista diz respeito à realidade norte-americana, mas como pode ver em termos salariais algumas das profissões também gozam de uma situação bastante confortável em Portugal. Resta é saber se os níveis de stress também são equivalentes.

Agora já pode acreditar: afinal os empregos bem pagos e pouco stressantes existem mesmo.

Veja também: