Publicidade:

Vai fazer um test drive? 6 aspetos que deve ter em atenção

Se vai comprar um carro e pretende fazer um test drive, veja quais são as questões que precisa de ter em consideração.

Vai fazer um test drive? 6 aspetos que deve ter em atenção
Fazer um test drive é essencial

Fazer um test drive é um direito de todo e qualquer consumidor antes da compra de um carro novo, zero quilómetros. Se está a pensar em comprar um carro e quer ter a certeza de que é a escolha certa, não deixe de aproveitar a oportunidade de o testar.

Há várias formas de marcar um test drive: pode fazê-lo através dos sites das marcas ou ir a um concessionário e agendar a data. A oportunidade de conduzir o carro é muito boa, mas será que sabe o que deveria verificar e prestar atenção antes de decidir fechar negócio?

Preparámos uma lista com alguns aspetos que devem ser observados antes, durante e após o percurso.

6 coisas a ter em atenção ao fazer um test drive


Verifique se está confortável

conforto

Antes de começar a conduzir, repare se o banco é confortável e se consegue ajustar o banco e os espelhos. Durante o percurso, repare se a suspensão favorece ou não a condução. Uma boa suspensão minimiza os defeitos da estrada, como a pavimentação ou os buracos, e torna a condução mais suave.

Teste os travões

drive

Ao fazer um test drive, é importante ter em conta a segurança do condutor e dos seus passageiros. Apenas um especialista consegue testar um travão em todos os aspetos, mas existem algumas coisas que o futuro dono do carro pode analisar, ao pisar mais devagar e ao fazer travagens mais bruscas, como o tempo de resposta do veículo. O recomendado é que os travões respondam ao toque do condutor de forma suave e progressiva e não com “solavancos”.

Tenha atenção aos barulhos

drive

É verdade que testar as caixas de som e saber a qualidade dos altifalantes é muito importante, mas porque não fazer o test drive em silêncio? Ao testar o carro atente, sempre que possível, ao barulho do motor. Se o motor fizer muito ruído, a tendência é que aumente com o tempo.

Verifique a aceleração

car

Existe uma potência adequada para cada condutor. Por isso, o melhor será testar a potência da aceleração e o comportamento do pedal ao toque.

Verifique se o pedal é mais leve e se o motor responde rapidamente ao toque ou se o pedal é mais duro e precisa de mais tempo para alcançar a potência desejada.

Tudo isso varia de uma pessoa para a outra, por isso é tão importante o teste antes de comprar um carro que se adeque ao seu estilo e necessidade.

Observe a visibilidade

carro

Como referido anteriormente, alguns aspetos são apenas questões de estilo e preferência. Analise bem a visibilidade do veículo através dos espelhos e vidros, ao verificar o vidro traseiro, o tamanho dos retrovisores e como o conjunto funciona para quem está a conduzir.

Tenha cuidado com a direção

carro

A melhor maneira de saber como o volante se comporta e como o carro responde aos comandos de quem conduz é fazer o test drive. Perceba se o carro responde muito rápido ao girar do volante ou se é necessário um grande esforço para fazer a mudança de direção. Esta diferença costuma ser muito notada nos carros que possuem direção assistida.

Um conselho: teste o carro num percurso que faça habitualmente. Este ponto é muito importante, pois é desta forma que vai saber se o carro se adapta ao seu dia a dia.

Teste os extras

extras

Quando fizer o test drive, faça-o com algum tempo para experimentar tudo:

  • Sistema de navegação;
  • Bluetooth;
  • Sistema de reconhecimento de voz;
  • Aquecimento dos bancos;
  • E todos os outros gadgets.

6 dicas para fazer um test drive


1. Quando fizer um test drive, assegure-se de uma coisa mesmo antes de se sentar no lugar do condutor: se o carro tem seguro, pois pode arranjar problemas;

2. Lembre-se de não comparar o carro novo com o seu usado. Escolha modelos novos que sejam semelhantes e tente descobrir qual o melhor para si;

3. Não teste uma versão diferente daquela que vai comprar. Se for comprar um carro a gasolina, não teste um a diesel e vice versa. E lembre-se: se optar pela versão mais modesta, não teste o topo de gama. Vai notar a diferença;

4. Saiba também qual o consumo médio que fez no test drive, para descobrir quanto consome o carro com o seu tipo de condução;

5. Depois de tudo isto, faça parte do test drive no lugar dos passageiros, assim consegue testar o carro na sua totalidade, sendo mais fácil também para analisar o conforto da viagem;

6. No fim, vá para casa e durma sobre o assunto, para fazer a escolha de forma racional e não emocional.

Veja também: