A não perder: 7 filmes para quem quer estudar psicologia

Está a pensar em estudar psicologia? Temos uma lista com sete filmes imperdíveis para quem quer compreender melhor esta área.

A não perder: 7 filmes para quem quer estudar psicologia
A sétima arte apresenta obras surpreendentes sobre a mente humana

Não restam dúvidas: a mente humana é, de facto, um grande mistério. A ciência é capaz de desvendar segredos incríveis sobre o universo, mas o funcionamento do nosso cérebro ainda guarda incontáveis enigmas por decifrar. Para os apaixonados pela área, temos uma lista com 7 filmes para quem quer estudar psicologia e saber mais sobre este mundo ainda tão escondido.

Uma coisa é certa: com a ajuda desta lista, as sessões de cinema aí em casa vão fazer os aspirantes a psicólogos entenderem muito mais sobre os pensamentos humanos.

Vamos à lista? Prepare as pipocas e agarre no comando, pois prometemos momentos super interessantes.

7 filmes interessantes para quem quer estudar psicologia

1. Cisne Negro

cisne negro

Quando foi lançado, em 2010, este filme foi um enorme sucesso de bilheteira em todo o mundo. A maior parte dos espetadores ficou de queixo caído com a performance das duas jovens atrizes que protagonizaram o filme, Natalie Portman e Mila Kunis.

Obcecada em alcançar a perfeição, a personagem vivida por Natalie disputa – e ganha – o papel de destaque no ballet mais conhecido no mundo: O Cisne Negro. A narrativa é marcada por muita competição e é Mila Kunis quem vive a pele da personagem que vive perturbada pelo excessivo controlo da mãe, acabando por perder a capacidade de diferenciar aquilo que é real do que é fictício na sua própria vida.

O longa metragem é um drama com alto teor psicológico e trata, sobretudo, de questões relacionadas com os devaneios de uma das protagonistas.

2. Um Método Perigoso

um metodo perigoso

O filme de 2011 conta a história da psicologia, com foco na época em que foi estabelecida como uma área autónoma – marcada, sobretudo, pelo nome do pai da Psicanálise, Sigmund Freud, que ficou conhecido por tratar diversos casos de histeria.

A obra tem foco na relação entre Freud e o seu discípulo, Karl Jung, que começa a desenvolver as suas próprias teorias durante o tratamento de uma paciente histérica. As ideias do jovem vão contrariar as do próprio mestre e é a partir daí que a história é construída, dando especial enfoque a estas duas figuras tão importantes para a psicologia.

3. Uma Mente Brilhante

uma mente brilhante

Em 2001, este foi, provavelmente, o enredo que mais provocou o público e conquistou espetadores em todo o mundo. Este enorme sucesso de bilheteiras narra a história real de John Nash, o professor de matemática que desvendou um dos mais misteriosos teoremas da matemática.

No auge da carreira, o docente começa a viver momentos de alucinações e a enfrentar inúmeros problemas pessoais, como o preconceito dos colegas de universidade, depois de ser diagnosticado com esquizofrenia.

4. Psicose

psicose

O clássico de 1960 é incontornável. Realizado por um dos maiores nomes da história do cinema, Alfred Hitchcock, a obra alcançou o sucesso depois de mostrar ao mundo a mente psicótica de Norman Bates, o grande vilão do filme.

Psicose tem uma das cenas mais famosas do cinema mundial – afinal, quem não lembra de ter visto a imagem do psicopata, de faca em punho, a surgir na casa de banho, enquanto a protagonista está na banheira? A banda sonora é absolutamente incrível e mudou a forma de fazer suspense no grande ecrã.

Se, depois da sessão de cinema em casa, gostar do que viu, então pode apostar nas obras de Hitchcock, que são mesmo conhecidas por narrar histórias carregadas de terror psicológico – sem, no entanto, fazer uso de imagens de violência explícita.

5. Bicho de Sete Cabeças

bicho de sete cabecas

O filme brasileiro é imperdível para quem não abre mão de uma história repleta de incríveis contornos psicológicos. Numa das suas atuações mais brilhantes, o eterno galã de novelas Rodrigo Santoro veste a pele de Neto,  que tem uma conturbada relação com o pai, Seu Wilson.

No drama, as personagens desprezam por completo a visão de vida de cada um e os problemas de relacionamento culminam no internamento de Neto num hospital psiquiátrico – local onde vive na pele as atrocidades cometidas dentro das instituições de saúde mental dos anos 70 e 80, que chegaram a ser apelidadas de “campos de concentração brasileiros”.

A película é imperdível para quem quer começar a perceber mais sobre os sistemas de psicologia e psiquiatria.

6. O Bom Rebelde

o bom rebelde

Para os amantes da psicologia, este filme é imperdível por dois grandes motivos: o primeiro deles prende-se com o facto de contarmos com a incrível interpretação de Robin Williams, ator aclamado pelo público e que cometeu suicídio em 2014,  depois de travar uma longa batalha contra a depressão; o segundo grande motivo é a comovente interpretação de Matt Damon, que vive a personagem de um jovem problemático com diversas passagens pela polícia.

Depois de ser visto por inúmeros psicólogos, o jovem identifica-se com um médico e é este especialista quem o ajuda a desenvolver a sua genialidade na área da matemática. Um clássico do cinema a não perder!

7. Zelig

zelig

De 1983, mas com uma história que ultrapassa as barreiras do tempo e se mantém atual, esta comédia de Woody Allen narra – ao estilo de documentário – a história do homem-camaleão, personagem que teria a incrível capacidade de transformar a própria aparência para agradar as pessoas à volta.

O filme tem um tom leve, mas aborda um problema que leva muitos pacientes a recorrer à psicoterapia: o facto de viverem na eterna procura pela aprovação dos outros.

Preparado para as sessões de cinema?

Agora que já sabe que filmes assistir para entender melhor a área da psicologia, já tem uma ferramenta para começar a conhecer o curso que pretende frequentar. Não se esqueça também de ler mais sobre o assunto, ver entrevistas feitas a especialistas do setor e, claro, conversar com quem entende mais sobre esta profissão.

Convide os amigos, reúna a família e prepare as pipocas para usufruirem juntos de boas sessões de cinema em casa. E, se quer receber mais dicas sobre a escolha do curso superior, continue atento aos nossos artigos sobre a universidade.

Veja também: