AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

5 lições a tirar com o primeiro emprego

O seu primeiro emprego marca a sua entrada no mundo de trabalho e oferece-lhe muitas lições para o futuro. 

5 lições a tirar com o primeiro emprego
Nada melhor do que aprender fazendo.

O primeiro emprego é um marco na carreira de qualquer profissional. É através dele que se apresentam ao mundo laboral, que estabelecem os primeiros contactos profissionais ou onde começam a desenvolver as suas competências técnicas. Mas é também aqui onde podem (e devem) prestar atenção a algumas lições valiosas e que vão ser muito úteis para o seu futuro profissional.
 

O que o primeiro emprego ensina?

O primeiro emprego é um universo de aprendizagem. Seja uma experiência muito boa ou nem por isso, há sempre algo a aprender e que, certamente, vai ter impacto nas decisões profissionais futuras.
 
Saiba quais são as cinco grandes lições que pode aprender (ou aprendeu) com o seu primeiro emprego.
 
1. Ser contrato é apenas o início da sua jornada 
Conseguiu o seu primeiro emprego e está radiante. Parabéns! Se foi escolhido é porque teve mérito para tal, mas logo vai descobrir que a contratação (essa seleção entre tantos outros candidatos ao lugar) é apenas a “ponta do iceberg”.  Mal comece a “pôr as mãos na massa” vai perceber que tem tudo para aprender. A começar pela cultura da empresa, as regras vigentes, os métodos de trabalho e - mais importante – a fazer o seu trabalho.
 

2. As competências pessoais valem muito

Aquilo que aprendeu na universidade (as competências técnicas) contam muito, mas as suas soft skills - o conjunto de competências que promovem boas relações com as pessoas que o rodeiam e melhoram o desempenho profissional - podem ser ainda mais importantes. De pouco lhe adianta ficar a trabalhar horas extraordinárias se não consegue trabalhar ou relacionar-se com as pessoas à sua volta. O trabalho é feito do contacto com outros profissionais e, para que tudo funcione, há que ser capaz de comunicar eficazmente com os seus colegas ou de criar boas relações com eles. E mais. Estas soft skills  podem ser-lhe úteis, já que lhe vão permitir criar laços de confiança com os seus colegas, que podem ajudá-lo a integrar-se e a perceber o funcionamento da empresa.
 

3. Deve estar sempre alguns passos à frente

Ou seja, o seu sucesso depende da sua capacidade de antecipar as necessidades da empresa, de tomar iniciativa para encontrar soluções e resolver problemas ou de apresentar novas ideias sem que lhe seja pedido. É certo que no seu primeiro emprego ainda está a iniciar-se e pode até andar “às aranhas”, mas não espere que isso sirva de desculpa. Não fique sentado à espera que alguém lhe diga o que é necessário fazer ou como o fazer. Cedo vai aprender que seja no primeiro emprego ou numa fase mais avançada da sua carreira, a proatividade é fundamental para impressionar as chefias e ter sucesso profissional.
 
FIQUE ATENTO:
Se quer receber mais notícias gratuitas como esta, basta registar-se no E-Konomista. Toda a informação sobre emprego actualizada ao minuto.

4. Todos cometem erros

Embora qualquer profissional ambicione a perfeição, ninguém a consegue. Todos erram. O segredo está em saber lidar com esses erros e retirar conhecimento e experiência deles, afinal os erros fazem parte do processo de aprendizagem.
 

5. O seu trabalho não é feito só de coisas que gosta

Prepare-se para alguns momentos de monotonia ou tarefas que não gosta de fazer. Faz parte. É normal que tenha idealizado uma profissão super entusiasmante, sem tarefas aborrecidas, mas o mais certo é que descubra que todas as funções ou cargos têm tarefas mais “aborrecidas”. E não, não é um castigo. É a realidade. Mas até nessas tarefas pode encontrar razões para se manter motivado, quanto mais não seja a aprendizagem que daí pode resultar e que lhe pode vir a ser útil em situações futuras.
 

Lições que ficam

O seu primeiro emprego é uma escola. É através dele que vai colocar em prática o que aprendeu ao longo dos seus estudos, mas também onde vai adquirir novas competências e tornar-se um profissional mais desenvolto.
 
Pode até não ser o que imaginou, mas certamente vai ser um desafio e o que aí vai aprender vai servir para ser ainda melhor nas suas experiências futuras.
  Dois minutos chegam para concorrer ao emprego dos seus sonhos >>
Veja também: