Os 10 melhores lugares para andar de skate

Rendeu-se à modalidade e não sabe onde pode praticá-la tranquilamente? O E-Konomista indica-lhe os melhores lugares para andar de skate!

Os 10 melhores lugares para andar de skate
Um guia pelos skateparks de Portugal!

Manobras, acrobacias ou simplesmente retas em velocidade: é possível fazer isto e muito mais com um skate. No entanto, o ideal é que se faça nos locais indicados para a prática do skate. Chamam-se skateparks e estão espalhados um pouco por todo o país.


Top 10 melhores lugares para andar de skate

 

1. São João do Estoril

estril

O ‘Parque das Gerações’ é considerado o melhor parque da Europa para desportos urbanos!  Situado em São João do Estoril, este skatepark tem 12.000 m2 com duas street plazas, rampas, bowls e um snake run. Além do skate, é possível fazer outro tipo de exercício: possui um circuito de manutenção com 300 metros, miradouro e zona de estacionamento. Cereja no topo do bolo: situa-se perto da estação de comboios de São João do Estoril, autocarros e de táxis, pelo que não há motivos para não o visitar!

 

2. Ericeira

ericeira

Batizado com o nome de uma marca de desporto, o skatepark ‘Quiksilver’ é também considerado um dos melhores parks da Península Ibérica. Localizado junto ao mar, possui zonas para todos os níveis dos praticantes, desde corrimões a bancos de mármore onde é possível executar todo o tipo de manobras, das mais básicas às mais complexas..

 

3. Chelas

chelas

O skatepark ‘Rock in Rio’ é sem dúvida um dos melhores lugares para andar de skate. Desenhado por Francisco Lopez, tem 2000 metros quadrados de área para a prática não só de de skate, como de BMX e de inline. Localizado perto da estação de metro da Bela Vista, possui uma zona de  bowl’s (piscinas), uma ‘street plaza’ – zona inspirada nas praças públicas, com corrimões, bancos e rampas semelhantes, e uma zona com dimensões razoáveis para se realizarem competições de skate.

 

4. Oeiras

O CJ park nasceu no seio do Centro da Juventude de Oeiras e possui um conjunto de cinco rampas: um quarter-pipe de duas alturas, uma pirâmide inclinada de três saídas, uma rampa start-box, um minihalf-pipe e um incline/flat bank. Todo o material é à base de sarrafos e tábuas de pinho com tratamento a autoclave e com superfície em skatelite pro.

 

5. Funchal

O skatepark do Funchal localiza-se mesmo debaixo do aeroporto e é um dos lugares favoritos da Madeira para andar de skate, uma vez que se encontra recheado de obstáculos para aqueles que procuram aprender ou melhorar a sua técnica.

 

6. Albufeira

Mesmo junto à marina de Albufeira, este skatepark é perfeito para realizar as famosas lines e toques de flatbank.Tendo como ponto principal o bank, este parque possibilita manobras em corredor ou uma simples descida em direção ao bank.

 

7. Castelo Branco

Situado junto às piscinas municipais, este skatepark é a resposta aos muitos anos de pedidos de várias gerações por um local deste género. Dotado de 18 equipamentos para a prática de Skate, patins e BMX, está aberto sete dias por semana, 365 dias por ano.

 

8. Belmonte

O skatepark de Belmonte está situado na zona nova desta vila da Beira Alta, entre a Covilhã e a Guarda. É um dos maiores skateparks em Portugal e por isso um dos melhores lugares para andar de skate. Difere de quase todos os outros em Portugal por ter as rampas bem grandes, mas, na parte dos bowls, ter no mínimo a altura de um half pipe oficial.

 

9. Odivelas

Localizado no centro de Odivelas, este skatepark sobreviveu a vários planos de reformulação dos espaços junto à piscina municipal. Possui uma piscina de cimento, várias transições e rampas e alguns obstáculos de ostras.
 

10. Lisboa Parque das Nações

Aberto todo o ano e a qualquer hora, este é um dos lugares para andar de skate mais indicados em Lisboa. Junto ao Parque das Nacões, mesmo junto à ponte Vasco da Gama, é constituído por duas áreas distintas: uma área em pavimento de betão com cerca de 3.000 m2 para a prática de skate e para utilizadores de patins em linha e bicicletas, e outra em pavimento de madeira, com cerca de 1.100 m2, para os acompanhantes observarem os praticantes.


E agora, com vontade de “skatar”?

Veja também: