Publicidade:

5 dicas para ter um networking profissional infalível

Fazer networking profissional requer dedicação, bom senso e alguns conhecimentos técnicos. Damos-lhe uma ajuda para ser bem sucedido.

5 dicas para ter um networking profissional infalível
Uma das principais fontes de oportunidades de trabalho

Não é segredo para ninguém: no mercado de trabalho, hoje, é fundamental ter bons relacionamentos interpessoais para se conseguir evoluir na carreira. Leia as nossas dicas para se sair bem a construir um networking profissional.

Como fazer networking profissional: 5 dicas


Fazer networking profissional é hoje imprescindível a qualquer profissional, de qualquer setor de atividade. É através dos contactos que compõem a sua rede que conseguirá ter acesso a oportunidades que, de outra forma, seriam inacessíveis. A parte mais difícil deste trabalho em rede é mesmo o início. No entanto, não basta fazer contactos novos – é preciso saber mantê-los e alimentar constantemente a sua rede de networking profissional.

networking

1. Como escolher os contactos que farão parte da minha rede?

O primeiro passo é decidir quem deseja que conste da sua rede de networking profissional. Elabore uma lista dos seus contactos mais interessantes. Essa lista de contactos deve ser composta por pessoas que podem ser úteis para si e para o seu trabalho a longo prazo.

Seja seletivo, mas não deseje só os “tubarões”. Tenha em atenção que os contactos podem ajudar de muitas maneiras, muitas vezes de forma indireta, ou ajudando a estabelecer a ponte entre si e outras pessoas ou projetos.

2. Confiança, sempre

Não chega distribuir cartões pessoais e adicionar pessoas a redes sociais como o LinkedIn. Cultive laços de confiança e seja “de confiança”. Fazer um bom networking profissional pressupõe criar fortes laços de entreajuda profissional, investir tempo a cultivar as relações, partilhar interesses e dados com as outras pessoas.

3. Dar e receber nas relações de trabalho

Procure que as suas relações de networking profissional sejam proveitosas para todas as parte envolvidas. Pergunte a si mesmo se aquela pessoa lhe pode ser útil e se você também lhe poderá vir a ser útil a ela. E isto não vale só para o curto prazo – pense se essa relação poderá vir a consolidar-se de forma mútua e proveitosa daqui a um longo período de tempo.

4. Fair-play

Incuta em si mesmo princípios fortes de ética profissional e fair-play: não use o networking profissional com má fé. Não se aproveite dos seus contactos de forma oportunista – como, por exemplo, para “roubar” clientes a outros, usurpar ideias alheias ou espalhar boatos sobre os seus concorrentes.

5. Participe em eventos de networking profissional

Participe em eventos de networking, mas de forma seletiva. Este tipo de eventos normalmente representa um investimento forte, quer a nível de preparação, quer a nível monetário. Por isso, convém ir aos que verdadeiramente lhe interessam. Um pouco de pesquisa prévia, nomeadamente para saber quem irá estar presente, será suficiente para se inteirar se um determinado evento lhe interessa ou não.

Veja também: