AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

O que caracteriza um bom emprego?

São vários os aspetos que caraterizam um bom emprego. Nós deixamos-lhe quatro que deve ter em conta.

O que caracteriza um bom emprego?
Um bom emprego não se define apenas pelo salário ou pelas condições oferecidas. Há outros fatores a considerar.

Melhore as suas chances de subir na carreira com um Curso de Inglês de referênciaAlguma vez pensou sobre o que define um bom emprego?

Se o fez, provavelmente considerou o salário, as condições e as eventuais regalias como os principais fatores para caracterizar um bom emprego. Mas se é verdade que esses são aspetos verdadeiramente importantes, também é verdade que há outros, talvez não tão óbvios, mas igualmente importantes que deve considerar.
 

4 Fatores que caraterizam um bom emprego

Mas então, como se podemos medir a qualidade de um bom emprego para além da questão salarial, por exemplo?!

A verdade é que se questionarmos diferentes profissionais, muito provavelmente vamos obter respostas muito diferentes também. Muitos dos aspetos que podem definir um bom emprego dependem da perspetiva de cada um. Mas ainda assim, há alguns que podem ser usados como “base” para caracterizar um bom emprego, tais como:

 

1. Flexibilidade

Cada vez mais se fala da importância de manter um equilíbrio entre a vida pessoal e a vida profissional e é por isso que a flexibilidade se assume como um dos aspetos a ter em consideração na hora de definir um bom emprego. Senão pense. Se tem filhos, será importante poder sair a horas de os ir buscar à escola ou para participar nas atividades deles, para ir com eles ao médico, ter possibilidade de ir ao médico você mesmo ou ficar a trabalhar a partir de casa caso surja algum imprevisto, por exemplo. A flexibilidade é essencial para o ajudar a manter o balanço entre as duas vertentes da sua vida – a pessoal e a profissional.

 

2. Reconhecimento e feedback

Todos os profissionais gostam de ver o seu trabalho reconhecido. E não há como negar o poder de reconhecer um trabalho bem feito e o impacto que terá na motivação e desempenho de um profissional. A verdade é que, no fundo, todos os profissionais se preocupam com o que os outros pensam deles e do seu trabalho. E é por isso que um bom emprego é aquele em que os empregadores dão feedback aos seus colaboradores e os fazem sentir notados e reconhecem o seu esforço e valor. Mas atenção. O feedback depende sempre do desempenho e, como tal tanto pode ser bom ou mau, mas isso faz parte do “pacote”.

 

3. Oportunidades de crescimento profissional

Não há dúvidas de que este é um dos aspetos mais importantes quando se fala em definir um bom emprego. Afinal qualquer profissional quer progredir na carreira e isso não implica apenas aprendizagem contínua, mas também possibilidade de agarrar outros desafios, novas oportunidades, novas funções e/ou responsabilidades e evoluir enquanto profissionais. Os bons empregos são aqueles que permitem aos profissionais subir na carreira e que os levam mais longe.  

 

4. O bom ambiente de trabalho

Não há nada pior do que trabalhar num ambiente tóxico, com colegas difíceis e com quem é difícil relacionar-se, com relações atribuladas com colegas e/ou chefias, etc. De facto, a qualidade do ambiente de trabalho tem uma influência tremenda no desempenho e motivação dos profissionais e é por isso que é outro dos fatores a ter em conta na hora de definir um bom emprego.

 

Quais são os seus critérios?

Como dissemos antes, todos os profissionais terão a sua própria opinião sobre aquilo que faz ou não um bom emprego. Uns dirão que é a estabilidade que oferece, outros que é a liberdade criativa e outros ainda que é a possibilidade de fazer coisas diferentes todos os dias, por exemplo. Isto serve apenas para mostrar que um bom emprego não se faz apenas de um bom salário ou das regalias oferecidas. Ele é muito importante, mas não é o único fator.
 

Subscreva a nossa Newsletter e descubra todas as etapas para uma carreira de sucesso


Veja também: