O que é o microcrédito?

O microcrédito é utilizado para vários fins, mas a verdade é que existe cada vez mais espaço para o pedido deste tipo de crédito. É importante perceber porquê.

O que é o microcrédito?
Saiba em que consiste o microcrédito e como poderá usufruir dele
  • Os pedidos de microcrédito têm vindo a crescer ao longo dos anos

Em época de crise, nem tudo é mau e é neste cenário que pode entrar o conceito de microcrédito. Há muitas empresas que fecham, negócios centenários que não resistem à brutalidade da mudança, empresas que acabam por ver a sua estrutura quase reduzida a metade mas, ainda assim, é nestas épocas mais conturbadas que surgem inúmeras oportunidades de negócio.

 

Porquê o microcrédito?

O microcrédito é um sistema de financiamento que se dirige a todos os que vivem, de certa forma, em situação de precariedade económica e social, seja porque estão desempregados ou porque vivem num ambiente de exclusão.

Muitas destas pessoas, mesmo estando em situações mais precárias, continuam activas, com capacidade e vontade de investir e contribuir para superarem a sua situação de dependência económica e social.

É aqui que entra o microcrédito que, não podendo ser considerado um financiamento de refinanciamento de empresas, mas sim uma linha de crédito que viabiliza novos negócios.

 

Quem tem acesso ao microcrédito?

O microcrédito é um crédito atribuído a pessoas que, por se encontrarem numa situação precária, não têm acesso ao crédito dito normal cedido pelas instituições financeiras. Por norma, os bancos não arriscam empréstimos a quem não possui garantias financeiras suficientes para conceder como contrapartida do crédito solicitado.

 

Saiba quais as principais características para se candidatar:

• Não ter acesso ao crédito bancário tradicional: a falta de garantias impossibilita este acesso;

• Não ter incidentes bancários ativos: prestações em dívida, cheques devolvidos, inibição pelo Banco de Portugal;

• Estar desempregado, em riscos de o poder vir a estar, ou sem ocupação estável;

• Ter uma boa ideia de um negócio com perspetivas de sucesso;

• Pretender criar o seu próprio emprego, para o que possui formação e competências adequadas;

• Ter uma forte vontade e muitas capacidades para lutar pelo êxito do negócio.

 


Veja também: