AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

O que procura um recrutador num candidato?

A sua experiência ou o seu valor profissional incluem mais do que as competências técnicas. Saiba o que um recrutador espera encontrar num candidato a emprego.

O que procura um recrutador num candidato?
Saber exatamente quais são as características que um recrutador procura, podem ajudá-lo a tornar-se o candidato ideal.

O que espera um recrutador de um candidato?!

Quantas vezes não deu por si a questionar-se sobre isto?! Provavelmente muitas! Invariavelmente, durante um processo de recrutamento, dúvidas como esta vão surgir. E, inevitavelmente, vai dar por si a tentar posicionar-se para se destacar.

Não se preocupe. Nós ajudamos!

Além dos conhecimentos e competências técnicas, qualquer recrutador vai focar as suas atenções nas características inerentes à personalidade de cada candidato. Obviamente, há um conjunto delas que serão mais valorizadas. Sabendo isto, basta que tente perceber quais são as suas e que se prepare devidamente para que possa comunicar essas mesmas características de forma clara e inequívoca.


O segredo!

Nem só de conhecimentos técnicos é feito um profissional. Muito do dia-a-dia de trabalho é composto de relações humanas ou de competências de organização, por exemplo. Por esta razão, a um recrutador não interessa um candidato que seja excelente para desempenhar funções ou trabalhos mais específicos ou especializados, mas não seja capaz de trabalhar em equipa ou de se relacionar com os colegas.

Estas características são avaliadas ainda durante o processo de recrutamento. Veja quais as mais valorizadas pelo recrutador.

1. Ética e honestidade

Estas são provavelmente duas das características mais valorizadas, já que permitem ao recrutador estebelecer uma relação de confiança com o candidato.

2. Flexibilidade

Perante a volatilidade do mercado atual, é essencial que o candidato tenha uma boa capacidade de adaptação e de aceitação de mudanças.

3. Trabalho em equipa

Pode ser uma das perguntas mais traiçoeiras que o recrutador coloca ao candidato durante a entrevista: “o que prefere: trabalhar sozinho ou em equipa?”. Mas na realidade o espírito de equipa e a capacidade para trabalhar em estreita colaboração com os demais são características muito valorizadas pelas empresas.

4. Bom relacionamento interpessoal

De certa forma, esta característica está intimamente ligada à capacidade de trabalho em equipa, já que pressupõe a aptidão para estabelecer boas relações com os colegas de trabalho.

5. Autonomia

O recrutador quer selecionar alguém com capacidade de se manter motivado e trabalhar de forma independente, sem que seja necessário alguém a supervisionar de forma constante.

6.Capacidade para fazer uma boa gestão de tempo

No fundo, falamos de um candidato que saiba organizar o seu tempo, que seja capaz de gerir, eficazmente, as tarefas que lhe estão atribuídas e a estabelecer prioridades.

7. Capacidade de resolução de problemas

Isto requer uma boa capacidade analítica que permita ao candidato avaliar as situação que lhe é colocada e procurar respostas e/ou soluções adequadas.

8. Capacidade de trabalho sob pressão

Usando a gíria, do ponto de vista do recrutador é muito importante que o candidato tenha uma grande “capacidade de encaixe”. O mais certo é ser-lhe colocada a questão diretamente, mas se isso não acontecer assuma que essa característica será uma mais-valia para a empresa. As empresas trabalham a “mil à hora” e por isso, é importante que os colaboradores saibam lidar com a pressão e com o stress do dia de trabalho.

9. Confiança

Para o recrutador, um candidato que tenha confiança em si mesmo e nas suas competências, terá mais facilidade em transmitir segurança aos que o rodeiam.

10. Vontade de aprender e evoluir

Ninguém nasce ensinado, da mesma forma que ninguém sabe tudo. Ainda que um candidato seja muito bom nas suas funções, deve manter-se atualizado. O mercado de trabalho está em constante evolução e qualquer recrutador vai gostar de saber que os seus potenciais colaboradores estão predispostos para adquirir novas competências ou manter-se a par das “tendências” na sua área de formação/profissional.

11. Boa capacidade de comunicação

Saber comunicar é mais do que saber escrever ou saber falar; significa transmitir mensagens de forma clara e eficaz.


Faça a sua pesquisa

Muito mais haveria a acrescentar. Bons conhecimentos informáticos, capacidade de liderança ou gestão de equipas, elevados níveis de responsabilidade ou uma atitude positiva, são apenas mais alguns exemplos que podem completar a lista.

Não podemos, no entanto, apontar uma que seja mais ou menos importante que as restantes. Isso dependerá sempre do recrutador e do ambiente da empresa. 

Para se destacar, basta que siga o princípio básico dos processos de recrutamento e das entrevistas de emprego: a preparação. Saiba a priori o que procura a empresa, identifique as suas características que vão ao encontro desses requisitos e garanta que as transmite ao seu recrutador. 

Não tem como falhar!


Veja também: