PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Ómega 3: todos os benefícios

Hoje em dia é indispensável ingerir alimentos ricos em ómega 3. As vantagens são mais do que muitas e o seu corpo agradece! 

Ómega 3: todos os benefícios
Saiba porque deve consumir alimentos ricos em Ómega 3

O ómega 3 é um tipo de gordura, mas atenção: esta é essencial para o bem-estar do organismo. A ingestão deste ácido gordo protege o corpo, regula a pressão arterial e aumenta a resposta imunitária corporal a diversas infeções.


Todos os benefícios do ómega 3

O ómega 3 é um excelente aliado do cérebro, já que estimula o seu bom funcionamento e facilita o raciocínio. Recentemente, diversos estudos também têm comprovado a teoria de que o ómega 3 tem um papel determinante na prevenção da diabetes e de alguns tipos de cancro.

O ómega 3 ajuda, ainda, a combater os sintomas da depressão, a aliviar as crises de Tensão Pré-Menstrual (TPM) e a melhorar significativamente o sistema imunitário.

Durante a gravidez, a ingestão de alimentos ricos em ómega 3 é benéfico para o desenvolvimento cognitivo e neurológico do feto. Tanto o ómega 3 como o ómega 6 são os únicos ácidos gordos que o corpo humano não consegue produzir. Assim sendo, a sua ingestão é possível através de diversos alimentos. 

Existem três tipos de ómega 3:
  • Ácido Alfa-linoleico (encontrado em diversos alimentos);
  • Ácido Eicosapentaenóico (encontrado principalmente no peixe); 
  • Ácido Docosahexanóico (encontrada em peixe e em algas).



Quais os alimentos ricos em ómega 3?

São muitos os alimentos ricos em ómega 3 e que podem e devem ser introduzidos numa dieta diária saudável:
  • Salmão;
  • Sardinha;
  • Atum;
  • Gema de ovo;
  • Sementes de Linhaça;
  • Nozes;
  • Sementes de Chia.

Estes alimentos não devem ser fritos, já que as altas temperaturas da fritura acabam por destruir alguns dos componentes do ómega 3. Assim sendo, a preparação dos alimentos deve ser feita em lume brando e o óleo deve ser substituído por azeite.

Existem, ainda, outros alimentos que já vêm enriquecidos com ómega 3. A informação vem descriminada nos rótulos, logo é de fácil identificação.

 

Outras formas de consumir ómega 3 e quantidades

O ómega 3 pode ser consumido sob a forma de cápsula/comprimido. Existem diversas marcas no mercado e os preços são bastante variados. Nestes casos é sempre essencial seguir a recomendação do médico para que seja feita uma ingestão responsável de ómega 3 sem que seja comprometido o bom funcionamento do organismo.

A dose recomendada diária para a ingestão de ómega 3 varia entre os 100 miligramas (para as crianças) e os 250 miligramas (para os adultos). De acordo com os especialistas, a ingestão de peixe rico em ómega 3 três a quatro vezes por semana é o suficiente para que o organismo absorva a quantidade ideal deste ácido gordo.

Apesar de ser um excelente aliado para o bom funcionamento do corpo humano, cada grama de ómega 3 contém nove calorias. Assim sendo, é fundamental não consumir em excesso alimentos com este ácido gordo. 

Veja também: