7 dicas para um excelente orçamento familiar mensal

Saiba como fazer de forma simples um orçamento familiar mensal, o que deve contemplar, e conheça algumas ferramentas que o podem ajudar nessa tarefa.

7 dicas para um excelente orçamento familiar mensal
Para maior organização e poupança

Para conseguir uma maior organização e gestão das suas despesas, e eventualmente conseguir poupar algum dinheiro, faça um orçamento familiar mensal. Mesmo para quem não gosta de números e contas, há estratégias e ferramentas simples que facilitarão a tarefa.

Como fazer um orçamento familiar mensal: 7 dicas

1. Identifique fontes de rendimento

Junte todas as suas fontes de rendimento (fixas ou não) para saber exatamente com quanto dinheiro pode contar em cada mês.

2. Liste despesas fixas

Liste as despesas fixas, isto é, aquelas que tem obrigatoriamente todos os meses e às quais dificilmente pode fugir (empréstimos, água, luz, etc.).

3. Crie categorias

Para uma maior organização e evitar esquecimentos, insira as suas despesas fixas mensais em categorias, como por exemplo:

  • Habitação: crédito habitação ou renda, seguros, luz, água, gás, TV e internet, manutenção e IMI;
  • Alimentação: compras supermercado e refeições fora de casa;
  • Transportes: gasolina/gasóleo, portagens, revisões, seguro automóvel, parque estacionamento, crédito automóvel, etc.
  • Educação: livros e material escolares, fotocópias, propinas, alimentação, etc.
  • Saúde: consultas, farmácia, análises, exames e seguro de saúde;
  • Vestuário e calçado: compra, limpeza e arranjos;
  • Férias e lazer: viagens, alojamento, cinema, livros, música, outras;
  • Despesas pessoais: ginásio, cabeleireiro, telemóvel.

As categorias devem ser adaptadas à família em questão, naturalmente. Pode, por exemplo, optar pelas categorias: filhos, bebé, gravidez, determinado hobby ou desporto (ter um cavalo, barco, restaurar carros, etc.); ou ainda a categoria poupança ou categoria poupar para universidade ou para uma viagem especial.

4. Liste despesas variáveis

Junte ao orçamento familiar mensal as suas despesas variáveis, como por exemplo: uma consulta, uma prenda ou roupa para uma época especial, entre outras.

5. Some e subtraia

Some os totais das despesas e subtraia ao rendimento para ter uma noção do que sobra, falta ou pode poupar.

6. Reveja e repense o orçamento

Reveja as categorias e as despesas regularmente para fazer ajustes, definir o que é uma despesa essencial ou secundária e estabelecer objetivos.

Desta forma, será também mais fácil perceber para onde vai o seu dinheiro e, se necessário for, poderá fazer ajustes e implementar estratégias de poupança, em conjunto com toda a família. Como, por exemplo, cortar despesas não prioritárias (TV cabo, assinaturas de revistas e jornais ou outras) e começar a implementar estratégias e hábitos para poupar em água, luz e gás.

7. Use ferramentas de apoio

Socorra-se de estratégias e ferramentas simples que facilitarão a tarefa de fazer um orçamento familiar mensal. Os templates office, por exemplo, são uma excelente opção para construir o seu orçamento familiar mensal.

Pode escolher aquele que mais lhe agrada, depois fazer download para o seu computador e começar a criar o seu orçamento familiar mensal. Os modelos apresentados já contemplam uma série de categorias que pode utilizar, retirar ou ainda acrescentar outras.

Se preferir usar o seu smartphone também há muitas aplicações para o ajudar a organizar o orçamento mensal.

Em síntese,  fazer um orçamento familiar mensal vai ajudar a perceber onde está a gastar o seu dinheiro, algo que lhe permitirá ajustar os seus gastos e, eventualmente, poupar, precavendo assim os imprevistos.

Veja também: