Pacotes opcionais dos carros: porque estão a acabar?

Porque os fabricantes estão a acabar com os pacotes opcionais dos carros e apresentam versões prontas?

Pacotes opcionais dos carros: porque estão a acabar?
Fabricantes optam por versões com pacotes fechados

Começam a ser cada vez em maior número os relatos de fabricantes automóveis que não disponibilizam pacotes opcionais dos carros que vendem, ou seja, que apresentam versões já prontas. A prática é comum, especialmente, nos carros denominados de gama média, pois as marcas vulgarmente chamadas de premium continuam a disponibilizar os pacotes opcionais dos carros que vendem.

Saiba porque os fabricantes estão a acabar com os pacotes opcionais nos carros, e apresentam versões prontas, e se esta prática traz vantagens ou desvantagens para os compradores.

Pacotes opcionais dos carros em desuso

Anteriormente a estratégia dos fabricantes e concessionários era a de disponibilizar um modelo base, com preço apelativo/baixo, mas com poucos extras. Quem quisesse esses extras opcionais teria de desembolsar mais dinheiro.

No entanto, nos últimos anos, a estratégia dos fabricantes de gama média tem-se alterado, pois este processo de escolha dos opcionais veio complicar todo o processo de comercialização dos veículos:

  • Para quem compra carro novo, porque é difícil tomar algumas opções (encarecia o carro) e demorava mais tempo a ter o carro.
  • Para a produção, que fica mais rápida (menos específica) e barata.
  • E ainda, para quem vende e revende, pois apresenta um pacote fechado e na revenda os opcionais escolhidos não valorizam assim tanto o carro relativamente ao preço de mercado (o preço de tabela e o estado do veículo são decisivos).

Assim, muitas marcas, essencialmente das chamadas gamas médias, têm vindo a optar por pacotes fechados, já com alguns desses extras opcionais incluídos, ainda que outros possam ter que ser solicitados e negociados. A vantagem para estas marcas é que assim, eventualmente, podem conseguir competir com as gamas premium, pois o preço desses carros, já com vários extras, aumenta, mas ainda assim fica abaixo — ou pouco acima — dos modelos base das marcas premium.

Vantagens e desvantagens para os clientes

Vantagens

  • Menos escolhas a fazer (ainda que muitos consumidores gostem de o fazer).
  • Para quem não abdica de alguns opcionais pode sempre encontrar um pacote fechado que lhe agrade, a preço competitivo, quando comparado com os modelos das marcas premium.

Desvantagens

  • Menor poder de escolha para o cliente.
  • Alguns extras continuam a ter de ser pagos à parte (e atenção se a instalação desse acessório não for homologada pelas fabricantes de automóveis, perde-se a garantia).

Em suma, é bem mais vantajoso para os fabricantes e concessionários do que propriamente para os consumidores que vão comprar um carro.

Veja também: