Os 12 parques nacionais mais bonitos do mundo

Para uma corrida matinal, um passeio ao final do dia ou um piquenique, os parques nacionais são um destino de eleição, onde o homem e a natureza se encontram em perfeita harmonia.

Os 12 parques nacionais mais bonitos do mundo
12 parques em harmonia com a natureza

Parques nacionais são grandes reservas naturais, que muitas vezes são consideradas Património da Humanidade pela UNESCO, devido às suas riquezas locais ao nível da fauna, flora e história.

A nossa seleção mostra-lhe 12 destinos que irão inspirá-lo a querer preparar as malas e viajar já de seguida. Explorar a natureza e algumas destas paisagens paradisíacas é um convite a que poucos conseguirão resistir. 


Os 12 parques nacionais mais bonitos do mundo


1. Parque Nacional Kalkalpen, Áustria

kalkapen

Este é um verdadeiro paraíso para os fãs da natureza e das caminhadas. Kalkalpen é um dos parques nacionais mais bonitos do mundo, por estar coberto por florestas virgens, desfiladeiros e riachos, naquela que é considerada a maior região de florestas na Europa Central.

Aqui poderá contemplar não só cervos, veados e gamos, mas também espécies de animais pouco comuns, como a salamandra alpina ou o galo lira. Os trilhos para caminhadas são a vertente mais aventureira deste destino, para conseguir aliar a natureza à atividade física. 



2. Parque Nacional Thingvellir, Islândia

Este vale situado no sudeste da Islândia é considerado um dos lugares históricos mais importantes do país, por ter sido palco do primeiro parlamento do país, Alþingi, em 930 d.C. É o local ideal para os adeptos de caminhadas e mergulho, pois poderá visitar o maior lago natural da Islândia, Thingvallavatn.



3. Parque Nacional Torres del Paine, Chile

torres

Este parque nacional foi declarado Reserva da Biosfera pela UNESCO em 1978. Tem uma área de aproximadamente 242 mil hectares, onde se encontra a cadeia montanhosa Del Paine, com as reconhecidas Torres del Paine e os Cuernos del Paine – que figuram em muitos postais que certamente já viu, mas não reconheceu. Lagos, rios, cascatas e glaciares estão em perfeita harmonia neste local.



4. Parque Nacional Namib-Naukluft, Namíbia

Dunas surreais marcam o visual do Parque Nacional Namib-Naukluft, com sua cor de laranja queimado. A coloração natural acontece devido a oxidação da areia através do ferro. Quanto mais velha a duna, mais clara sua cor. Prepare-se para uma vista infinita de formas sinuosas que se parecem mover com os ventos e com a luz.



5. Parque Nacional do Grand Canyon, Arizona

grand

Considerado uma das sete maravilhas do mundo, o Grand Canyon é gigantesco e mundialmente famoso por suas formas e esculturas geológicas. É um dos primeiros parques nacionais dos EUA e um dos pontos turísticos mais famosos do mundo. Theodore Roosevelt era um dos maiores adeptos deste espaço: "O Grand Canyon não tem comparação, além da descrição, absolutamente sem paralelo neste vasto mundo...

Deixe esta grande maravilha da natureza permanecer como agora é e não faça nada para estragar a sua grandeza, sublimidade e beleza. Não é possível melhorá-la, mas sim mantê-la para os seus filhos, filhos de seus filhos e todos os que virão depois de si, como a grande visão que cada americano deve ver.”



6. Fiordland National Park, Nova Zelândia

Este é um dos parques nacionais mais bonitos do mundo. Em 1990, Fiordland foi classificado Património da Humanidade pela Nações Unidas e recebeu o nome de Te Wahipounamu, ou seja, a "casa da pedra verde", em homenagem ao recurso mineral mais apreciado da região. Aqui encontra um ambiente natural com fiordes deslumbrantes, cachoeiras espetaculares e picos cobertos de neve.

A antiga floresta agarra-se às montanhas e tudo resulta numa simbiose perfeita entre com os lagos cintilantes e os picos de granito a não revelarem a passagem do tempo.



7. Parque Nacional de Yellowstone, Wyoming

yellowstone

Este é o primeiro e mais antigo Parque Nacional do mundo e pode considerar-se que tem, em espaço reduzido, todos os tipos de beleza: zonas vulcânicas, geysers, lagos… Animais selvagens como búfalos e ursos andam em total liberdade, podendo mesmo ser uma companhia (in)esperada. 



8. Parque Nacional Triglav, Eslovénia

Este é o único parque nacional na Eslovénia e faz fronteira com a parte sul dos Alpes, sendo inclusive o ponto mais alto dos Alpes Julianos. É a maior área protegida do país e, como tal, a construção está bastante limitada, de modo a preservar a natureza intocada.

O Monte Triglav é o que mais se destaca entre os picos com seus 2.864 metros de altitude, sendo o ponto mais alto da Eslovénia e símbolo do país. Em dias mais claros, pode ser visto em qualquer ponto da Eslovénia. Reza a lenda que cada esloveno deve, pelo menos uma vez na vida, chegar até ao topo dessa montanha.



9. Loch Lomond e o Parque Nacional Trossachs, Escócia

trossachs

Com grande quantidade de fauna e flora, e poucos moradores, esta região da Escócia é composta por vales, picos e florestas que atraem aventureiros de todas as partes do mundo. Loch Lomond é o maior lago da Escócia, com quase 40 quilómetros de extensão e mais de 30 ilhas e praias, perfeitas para a prática de desportos aquáticos.



10. Parque Nacional Mercantour, França

Para caminhadas no verão ou a prática de esqui no inverno, o Mercantour é um dos parques nacionais mais bonitos e completos. Possui florestas de picos nevados, fauna, flora e paisagens raras, onde até a história tem lugar privilegiado. Aqui se localiza o Vale das Maravilhas, um espaço arqueológico com mais de 30 mil gravuras rupestres.



11. Parque Nacional Gangotri, Índia

gangotri

Com 1.553 km², este parque tem uma beleza única, composta por 15 espécies de mamíferos, como ursos e leopardo, e 150 tipos de aves. Este local é um exemplo de majestosa mistura entre florestas coníferas e o mundo glacial, combinado com exuberantes prados verdes. De abril a outubro é a melhor época do ano para visitar um dos parques nacionais de referência.



12. Parque Nacional da Chapada Diamantina, Brasil

Situado no centro do estado brasileiro da Bahia, onde nascem quase todos os rios das bacias do Paraguaçu, do Jacuípe e do Rio de Contas, o Parque Nacional da Chapada Diamantina regista alguns dos pontos mais altos do nordeste brasileiro e reúne vegetação abundante e “cachoeiras” de perder a cabeça. Deixe-se levar por este local mágico!

No que a Portugal diz respeito, o destaque vai para a Peneda-Gerês, com paisagens deslumbrantes entre montanhas e albufeiras onde se criam espécies únicas como o garrano selvagem ou o cão de Castro Laboreiro.

Aqui, preserva-se um modo de vida rural, com aldeias comunitárias em que as populações partilham tarefas e equipamentos. Visite, pois valerá muito a pena!

Veja também: