Quanto custa ter um gato? Fizemos as contas

Quanto custa ter um gato? Se está a pensar em adotar este amigo de quatro patas, então leia este artigo em que lhe mostramos as principais despesas.

Quanto custa ter um gato? Fizemos as contas
Saiba quanto pode gastar com um felino

Se está a pensar adotar um gato, saiba que há uma série de despesas a ter para que lhe possa proporcionar todos os cuidados de que ele precisa. Estes gastos podem mesmo fazer com que poupe dinheiro, uma vez que pode ficar mais barato prevenir do que remediar, no que diz respeito a várias doenças. Descubra quanto custa ter um gato.

Quanto custa ter um gato? Despesas iniciais


1. Check-up veterinário

Um dos primeiros passos é levar o gato ao veterinário para fazer um check-up geral da saúde do animal. A consulta custa, em média, 25€.

Se for necessária a administração de uma vacina, o valor da mesma vai depender, entre outros fatores, de quanto cobra o médico veterinário. Geralmente, tem um custo na ordem dos 20€.

A vacinação dos gatos nem sempre é obrigatória. No caso de um gatinho, deve tomar uma vacina entre as seis e as nove semanas de vida.

2. Desparasitação

A desparasitação é importante para que o seu gato se possa ver livre de parasitas. Nos gatos é mais comum a desparasitação interna, contra vermes, lombrigas ou ténias. O desparasitante interno é geralmente dado por via oral, na forma de comprimido. Cada comprimido pode custar aproximadamente 5€.

Principalmente se o gato não for de interior, poderá ser importante também a desparasitação externa contra pulgas e carraças. Existem vários tipos de desparasitantes externos, sendo que o preço de uma embalagem varia entre os 15 e 20€. Este tipo de desparasitação deve ser feita sobretudo nos meses de verão.

quanto custa ter um gato

3. Esterilização

Se adotou um gatinho ou um gato que não tenha ainda sido esterilizado, a castração é um dos cuidados a ter com o seu amigo de quatro patas. Este procedimento é, na maioria das vezes, aconselhado pelo médico veterinário por ser uma forma de prevenir também o aparecimento de doenças, especialmente nas gatas.

É um investimento que só faz uma vez e que pode evitar que o seu gato fuja ou tenha ninhadas indesejadas. As fêmeas podem ser esterilizadas após os seis meses. No caso dos gatos, aconselha-se a castração após os oito meses.

O preço da esterilização, que varia de médico para médico, é diferente nos machos e nas fêmeas. No caso das gatas tem custo entre 125 a 150€. Para os gatos o custo é de 60 a 75€.

4. Acessórios

quanto custa ter um gato

Nas contas de quanto custa ter um gato, não pode faltar a aquisição de uma boa caixa de WC. Dependendo do tipo de caixa que comprar, o preço pode variar entre os 10 e os 50€. Juntamente com a caixa de areia, deve comprar uma pá para limpeza que custa cerca de 1€.

Os comedouros são também essenciais e devem ser colocados num local diferente do da caixa da areia. Aconselha-se que estes acessórios sejam em inox e não em plástico, uma vez que estes últimos podem causar alergias em alguns gatos. Custam em média entre 2 a 3€.

Deve também investir numa transportadora para levar o seu animal ao veterinário, por exemplo. O preço está entre os 15 e os 20€.

Poderá também ser importante comprar uma coleira para o seu gato. Esta tem um custo que vai de 2 a 3€.

Ainda que não seja obrigatório, um ginásio com arranhador incluído pode ser também uma boa opção, sobretudo para tentar evitar que use o sofá ou as almofadas das cadeiras como alternativa. Há acessórios deste género à venda desde 10€.

Quanto custa ter um gato? As despesas do dia-a-dia


1. Alimentação

A escolha de uma boa ração para o gato é outro dos aspetos a ter em conta. O preço varia consoante a marca e a quantidade. Tendo como referência uma embalagem de 3kg de ração seca, pode encontrar diferentes opções a partir de 19€. Deve aconselhar-se junto do médico veterinário acerca da ração indicada a dar ao seu gato.

2. Areia

Há diferentes tipos de areia para gato, umas com maior durabilidade do que outras. Um saco de areia pode custar entre 1 a 20€.

3. Consultas de rotina

Entre 1 a 2 vezes por ano convém fazer uma consulta de rotina e esta tem um custo que ronda os 20€.

Algumas dicas para poupar


quanto custa ter um gato

Quanto custa ter um gato? A resposta a esta questão, como vimos, não é um valor fixo. Depende de quanto estivermos dispostos a gastar e das decisões que tomarmos.

Há certos investimentos que nos podem fazer poupar dinheiro mais tarde e há várias formas de poupar com o seu amigo de quatro patas sem sacrificar a qualidade dos cuidados que lhe está a dar.

1. Escolher uma ração equilibrada

Tenha em atenção os rótulos das embalagens de ração e aconselhe-se junto do médico veterinário. Podemos pensar que ao optar pela mais barata estamos a poupar, mas depois o mais provável é que vá gastar o que poupou ou mais dinheiro em consultas e tratamentos.

Pode também poupar aproveitando promoções ou comprando em lojas estilo outlet, que têm preços mais acessíveis.

2. Optar por serviços de veterinário mais em conta

Hoje em dia, as faculdades de medicina veterinária têm consultas com um preço mais barato do que o praticado em clínicas veterinárias privadas. São os chamados serviços de veterinário low cost e podem fazer a diferença no que toca a quanto custa ter um gato.

3. Optar por seguros de saúde para o seu animal

Pode também escolher fazer um seguro de saúde. No caso do seu gato ficar doente, o custo terá uma comparticipação por parte do seguro. A vantagem é que a despesa mensal não é muito alta (o mais básico pode ter um custo de menos de 10€ por mês) e cobre, por exemplo, despesas médicas ou de internamento.

4. Planear quando vai de férias

Antes das férias, peça com antecedência a um amigo ou familiar para que vá dar de comer ao seu gato e tratar da limpeza da areia. Esta solução é a mais barata para o seu bolso.

5. Escolher acessórios low cost

Não colocamos camas para o seu felino na lista em cima, porque, geralmente, os gatos adoram deitar-se em cadeiras ou num cantinho perto de si no sofá. A vantagem de ter um gato é que facilmente se contentam com caixas de cartão (que também pode servir como arranhador), papéis e pequenas bolas.

Há várias formas de reproduzir acessórios para os gatos ou de criar zonas de lazer para os mesmos.

6. Pedir sempre fatura

Como já pode deduzir algumas despesas com o seu animal de estimação no IRS, é possível recuperar algum do valor investido.

Veja também: