Surdez súbita: causas, sintomas e tratamento

A surdez súbita é mais frequente do que imagina. Conheça as possíveis causas deste problema e saiba como deve agir aos primeiros sintomas.

Surdez súbita: causas, sintomas e tratamento
A surdez súbita tem maior incidência entre os 40 e os 60 anos

A surdez súbita – ou perda auditiva neuro-sensorial súbita – é uma perda auditiva repentina, que pode afetar um ou os dois ouvidos, sem causa aparente identificável (idiopática).

Em termos técnicos, a surdez súbita tem vindo a ser definida com base na severidade, tempo, critérios audiométricos e espetro das frequências da perda. Designadamente, considera-se surdez súbita quando é superior a 30dB (decibéis) em três frequências contínuas e ocorre num período de inferior a três dias.

Normalmente, a incidência aumenta com a idade, é maior entre os 40 e os 60 anos e é igual para as mulheres e homens.

Surdez súbita: tudo o que precisa de saber

Sintomas da surdez súbita

Na maioria dos casos, a surdez súbita é unilateral, acompanhada de sensação de aumento da pressão dentro do ouvido (plenitude), e/ou de tonturas ou vertigens (em 30% dos casos) e zumbidos (em 70% dos casos).

Acordar com hipoacusia e senti-la durante alguns dias, perda de sensibilidade auditiva nas altas ou nas baixas frequências e distorções na perceção da fala são alguns dos sintomas de surdez súbita. Assim como as já referidas frequências das perdas, ou seja, perda neuro-sensorial maior do que 30dB em três frequências contínuas num período de três dias.

Causas da surdez súbita

Há várias causas possíveis de surdez súbita, sendo de destacar:

  • Doenças virais/ infeciosas ou autoimunes, como papeira, sarampo, varicela, rubéola, meningite, HIV, etc.;
  • Pancadas/ traumatismos na cabeça, ainda que não afetem diretamente o ouvido;
  • Traumatismos acústicos;
  • Uso de medicamentos anti-inflamatórios ou antibióticos;
  • Problemas do ouvido interno, como doença de Ménière;
  • Infeções víricas do ouvido interno;
  • Lesões tumorais cranianas.

Tratamento da surdez súbita

O tratamento da surdez súbita ainda não é consensual, havendo vários protocolos de tratamento médico. No entanto, é consensual que um caso de surdez súbita se considera (na grande maioria dos casos) uma urgência médica, ou seja, o doente deve recorrer, com a maior brevidade possível, a um audiologista ou otorrinolaringologista. As possibilidades de tratamento e reversão do problema ficam muito reduzidas 48h após os primeiros sintomas.

Veja também: