Test Drive BMW Serie 7: a versão híbrida do navio-almirante da marca

O novo BMW Serie 7 oferece soluções de vanguarda em termos de segurança, conforto e tecnologia.

Test Drive BMW Serie 7: a versão híbrida do navio-almirante da marca
Conheça um dos melhores automóveis do mercado

O novo BMW Serie 7 é uma limusine de luxo, com um motor poderoso e um conforto sensacional. Deixe-nos partir em alta velocidade e rever o novo BMW 740Le iPerformance. A versão híbrida ‘plug-in’ (automóvel híbrido cuja bateria do motor elétrico pode ser carregada numa tomada elétrica) do BMW série 7, que conduzimos, estava mais bem equipada do que um jato privado.

Interior do BMW Serie 7

Os bancos do navio-almirante da marca bávara eram feitos de pele branca tão requintada que parecia indigno sentarmo-nos neles. Imagine que o banco do passageiro ao lado do condutor é deslocado por comando elétrico – um tablet com ecrã de 7” – para a frente e o encosto rebatido, de forma a oferecer o máximo de espaço para as pernas e um poisa pés (como nos aviões) a quem vai atrás.

Tablet do BMW Serie 7

Atrás, o banco traseiro estava equipado com um sistema de massagens, cadeiras elétricas e dois ecrãs de TV, nos quais as crianças deliraram ao assistir aos programas de televisão durante toda a viagem. Tal como o resto, o interior do BMW Serie 7 é pensado ao detalhe: tapetes grossos em branco, uma espécie de travesseiros para a cabeça, uma mesa basculante dobrável e deslocável na horizontal para os ocupantes do banco traseiro, a consola traseira Executive Lounge que conta com dois suportes para bebidas e muito, muito mais.

Interior do BMW Serie 7

Acreditamos que este é um dos poucos automóveis que incentiva o proprietário a sentar-se no banco traseiro e a desfrutar de um relaxamento e conforto inimagináveis. Experimentámos viajar descontraidamente a olhar para o teto panorâmico Sky Lounge, que de dia permite ver o céu e dar mais luminosidade ao habitáculo, e no escuro cria uma atmosfera de bem-estar a bordo, através de um conjunto de 15 mil elementos luminosos no teto panorâmico. E, ainda descobrimos que a BMW dá a escolher seis tipos de cores de luz ambiente.

A ajudar a criar este ambiente de luxo estava o fabuloso sistema de som surround Bowers & Wilkins Diamond, com 16 Altifalantes e uma potência de 1.400 Watts, que proporcionam um som fantástico. Quase parecia que estávamos numa sala de cinema, enquanto a pequenada assistia a um filme na parte de trás. Claro que, à frente, apenas quando o carro estava totalmente imobilizado, o ecrã ativava a TV.

Teto panorâmico iluminado

BMW Serie 7 é uma verdadeira limusine

É impossível passar despercebido na rua ao volante deste BMW 740Le iPerformance. As linhas são absolutamente perfeitas e com proporções elegantes mas com um estilo desportivo. O design típico da BMW está bem patente na frente impetuosa do Serie 7: uma grande moldura da grelha vertical em duplo rim, uma entrada de ar visualmente dividida em três zonas ao longo de toda a secção frontal e faróis adaptativos em LED.

Traseira do BMW Serie 7

Gostámos do facto de pormenores como o cromado nas janelas, o vinco lateral duplo com puxadores das portas integrados, e ainda um friso cromado que se estende pela lateral desta berlina. Também na traseira não passaram despercebidas as ponteiras de escape em cromado. Visualmente, na nossa opinião, é um dos automóveis mais elegantes, contemporâneos e bonitos criados ao longo dos anos pela indústria automóvel.

Motor eficiente

Debaixo do capot o BMW 740Le tem um motor de quatro cilindros desenvolvido com base em tecnologias eficientes e sustentadas. As baixas rotações são compensadas pelo motor elétrico, mas quando as baterias estão sem autonomia achámos que, por vezes, este motor precisava de mais alguma potência.

Motor BMW Serie 7

Realce para a tecnologia de suspensão ativa do equipamento Executive Drive Pro que nos permitiu ter uma experiência de condução confortável mas ao mesmo tempo dinâmica nas mais variadas situações.

A berlina topo de gama da BMW tem três variantes híbridas ‘plug-in’: o 740e iPerformance, a versão longa 740Le iPerformance (a que o E-Konomista conduziu) e a versão de tração integral 740Le iPerformance xDrive.

Todas estas versões híbridas combinam um motor a gasolina de quatro cilindros turbo com 190 cavalos que funciona em conjunto com um bloco elétrico, conferindo uma potência de 258 cavalos. A ajudar está ainda a caixa automática de oito velocidades Steptronic. O consumo combinado avançado pela marca para a versão de carroçaria convencional é de 2,0 l/100 km e 50 g/km de CO2. Não conseguimos manter este consumo, mas em velocidades moderadas os números são bastante satisfatórios: 4 a 5 l/100 km.

Carregar o motor elétrico

Para carregar as baterias de iões de lítio com 9,2 kWh de capacidade foi muito fácil. Bastou ligar o cabo a uma tomada doméstica e em menos de quatro horas estava carregada. Segundo a BMW, pode ser carregada numa ‘wallbox’ em menos de três horas. A autonomia em modo elétrico é de até 44 km e a velocidade máxima é de 140 km/h.

Embora seja um veículo mais amigo do ambiente, notámos que a bagageira é menor por ter o sistema híbrido na traseira. A marca anuncia que a bagageira fica com menos 95 litros, descendo dos normais 515 para 420 litros.

O BMW Serie 7 é um automóvel que definitivamente expande o prazer de condução ao prazer de ser conduzido. A sensação que tivemos durante os dias do ensaio ao BMW Serie 7 é que há sempre mais alguma coisa a descobrir que nos vai deslumbrar. No interior a luz ambiente e as inovadoras funções de entretenimento e de conforto permitiram fazer uma viagem ao mais alto nível e sem reclamações em relação ao tempo em que estamos dentro do carro.

E porque é um carro familiar em termos de segurança conta com todos os sistemas de segurança mais inovadores desenvolvidos pela marca alemã.

Chave do BMW Serie 7

Destaque ainda para o sistema Display Key – a chave mais inovadora do mercado – que nos informa, via Internet, de um local onde é possível estacionar. Tivemos ainda oportunidade de experimentar tirar o carro do estacionamento antes de entrarmos nele, controlando todo o processo apenas com o recurso à chave.

Ficha técnica do BMW 740Le iPerformance

  • Cilindros/válvulas: 4/4
  • Cilindrada (cm3): 1.998
  • Curso/diâmetro (mm): 94.6/82.0
  • Potência máxima em kW (cv)/rpm: 190 (258)/5,000–6,500
  • Binário máximo (Nm)/rpm: 400/1,550–4,400
  • PVP (a partir de): 108.500,00€
  • PVP (versão ensaiada): 160.676,49€

 

Veja também: