E se descobrisse que tem peças de valor em sua casa?

Tem uma peça em casa que quer vender e não sabe o seu real valor? A P55 trata de tudo. Avalia, proteje e vende a sua peça pelo melhor valor. Só tem que preencher o formulário e enviar uma fotografia da peça ou peças que quer vender. Será contactado no prazo máximo de 48 horas.

Ao clicar concordo receber comunicações de marketing directo enviadas por e-konomista.pt e pelos nossos Parceiros

Enviar pedido de avaliação
(*) Campo opcional

4 cuidados a ter antes de vender joias

Se tem pensado em vender joias, fique a conhecer os principais cuidados a ter no processo de venda e os peritos de confiança no mercado.

4 cuidados a ter antes de vender joias
Processo de avaliação e peritos de confiança no mercado

Vender joias é, para muitas famílias, uma forma de fazer face a dificuldades financeiras. Há ainda casos em que a venda de joias é um meio para ter algum cash flow ou ainda para fazer outro tipo de investimentos. Qualquer que seja a necessidade, convém ter alguns cuidados no processo de venda. Conheça-os aqui.
 

4 cuidados a ter antes de vender joias

 

1. Procure pessoas habilitadas para avaliar as suas joias

Antes da venda propriamente dita, dirija-se a uma joalharia/ourivesaria ou a um avaliador para conseguir ficar com uma ideia do valor das joias que tem em mãos. Por outras palavras, procure sempre pessoas habilitadas e sérias. Aconselhamos que procure por um avaliador da Casa da Moeda, do Instituto Gemólogo Português ou ainda avaliadores que façam leilões - pois como o leilão é público, exige transparência e seriedade.
 

2. Recorra a mais do que um avaliador

Avaliar joias requer muita experiência e formação. Por esta razão, consultar um especialista é um cuidado fundamental. Convém saber que depois de ter consultado um avaliador especialista é elaborado um relatório sobre as especificidades das suas joias e proposto um valor para as mesmas. Opte sempre por pedir uma segunda ou terceira opinião para comparar os resultados, mesmo que as conclusões desse relatório forem ao encontro das suas expectativas.
 

3. Conheça bem as joias que tem em mãos

O valor real de uma joia depende muitas vezes não só da composição da liga de metal de que é feita – do seu grau de pureza, mas também de um conjunto de outros factores, nomeadamente, da cotação dos metais preciosos presentes na joia, a sua raridade, as qualidades artesanais da sua concepção, do valor de joias semelhantes no mercado ou ainda do seu estado de conservação.
 

4. Esteja emocionalmente preparado para vender joias

As joias de família são sempre as mais difíceis de vender, sobretudo pelo seu valor emocional. Aos seus olhos, estas joias valem sempre mais do que alguém lhe pode oferecer por elas. Nestes casos, seja o mais racional possível e esteja seguro da decisão de vender joias, para impedir futuros arrependimentos.
 

Especialistas no mercado: a P55

A P55, plataforma de bens de luxo em segunda mão e leiloeira, disponibiliza uma equipa de especialistas de confiança para avaliar e vender joias.
Nesta plataforma, onde as peças ficam à consignação, o processo de venda inicia-se então com um pedido de avaliação. Para o fazer pode:
 
  • Levar as joias à loja, sendo que deve marcar esta visita previamente;
  • Aceder ao site da loja e preencher um formulário com dados pessoais básicos, fazer o upload de algumas imagens das joias que pretende vender;
  • Pode ainda solicitar a deslocação de uma equipa de peritos a sua casa.
 
Feito o pedido de avaliação, a P55 responder-lhe-á no prazo de dois dias úteis e, no caso de haver interesse, prevê um período de venda estimado de 30 dias após consignação. Visite a loja física ou a loja online da P55!

Veja também: