Assembleia da República está a recrutar técnicos de apoio parlamentar

A Assembleia da República abriu concurso para a Biblioteca e Divisão de Informação Legislativa e Parlamentar, e para o Centro de Informática.

Assembleia da República está a recrutar técnicos de apoio parlamentar
Candidaturas até 8 de novembro

A Assembleia da  República abriu procedimento concursal comum para recrutar cinco técnicos de apoio parlamentar, três vagas são para a área da Biblioteca e da Divisão de Informação Legislativa e Parlamentar e duas para a área do Centro de Informática.

O prazo para candidaturas termina a 8 de novembro.

Na área da Biblioteca e da Divisão de Informação Legislativa e Parlamentar, para candidatar-se, terá de ter o 12º ano de escolaridade ou curso que lhe seja equiparado, acrescido de curso técnico-profissional nas áreas de Biblioteca e Documentação, cursos que confiram certificado de qualificação profissional de nível III ou formação académica na área de Biblioteca e Documentação.

Na área funcional do Centro de Informática, as funções a exercer são de recolha, registo, tratamento e análise da informação, assegurando ainda o expediente, a organização e o arquivo de processos, bem como todos os registos da documentação.

São procurados candidatos com habilitações literárias ao nível do 12º ano de escolaridade na área de Tecnologias de Informação e Comunicação ou equivalente, e pelo menos 50 horas de formação técnica nas áreas de TIC, ministrada por entidades devidamente certificadas, nos últimos cinco anos.

Formalização das candidaturas

As candidaturas são formalizadas através do preenchimento do formulário eletrónico de candidatura próprio, disponível na página da Assembleia da República, optando pela referência do procedimento concursal a que se candidata.

A candidatura só é considerada entregue após a submissão do requerimento e a emissão do respetivo recibo. Em caso de impossibilidade, por qualquer motivo, de submissão do formulário eletrónico, pode ser  utilizado o modelo de requerimento na versão em papel, que pode ser obtido por qualquer interessado também na mesma página, devendo a candidatura ser remetida por correio, em carta registada, com aviso de receção, para Assembleia da República – Palácio de S. Bento, 1249 -068 Lisboa, até ao termo do prazo de candidatura.

O formulário de candidatura deve ser acompanhado de Curriculum Vitae detalhado, datado e assinado; cópia legível de certificado comprovativo das habilitações literárias, com indicação da média final do curso, caso exista e documentos comprovativos dos elementos que os candidatos considerem relevantes para a apreciação da sua candidatura.

Se pretende saber mais ou aceder ao formulário de candidatura, consulte a página da Assembleia da República aqui.

Veja também: