Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Fernanda Silva
Fernanda Silva
30 Out, 2017 - 05:00

Vicaima cria 80 postos de trabalho

Fernanda Silva

A Vicaima, empresa de Vale de Cambra, está a reforçar a produção e criou 80 novos postos de trabalho. Saiba em que áreas há vagas.

Vicaima cria 80 postos de trabalho

Ao todo são 80 as vagas disponibilizadas pela Vicaima para Operadores de Máquinas, Ajudantes de Operador, Condutores de Empilhadores e auxiliares desta área, Operadores de Armazém, Pintores/ Pistoladores, Fresadores, Eletricistas e Carpinteiros, Condutores/ Manobradores Dumper e Operadores de Ambiente.

Com a contratação destes novos profissionais, a Vicaima quer reforçar a sua produção e promover o alargamento da oferta do portefólio, além de reforçar a sua presença internacional.

A Vicaima é líder nacional e um dos maiores players europeus no design e produção de soluções de portas de interior, portas técnicas, aros e peças para mobiliário.

A empresa, sediada em Vale de Cambra, Aveiro, exporta já 92% da sua produção para cerca de 30 países, distribuídos um pouco por todo o mundo, contando ainda com presença direta no Reino Unido, Espanha e Marrocos.

Citado em comunicado, Arlindo Costa Leite, presidente da empresa, salienta que “este reforço estrutural representa a ambição da Vicaima em continuar a afirmar presença nos mercados onde já opera, bem como a alargar os seus horizontes a nível internacional e de oferta de portefólio”.

Estes profissionais, que vão trabalhar na sede da empresa, terão acesso a diferentes turnos. Para trabalhar entre as 6h00 e as 14h30, há cinco vagas com direito a salário e subsídio de alimentação; entre as 14h30 e as 23h00 há 25 vagas, com os mesmos direitos; já para trabalhar entre as 21h30 e as 6h00 há 50 vagas, sendo que estes funcionários vão receber, além do salário e subsídio de alimentação, um subsídio de 25% mais pelo trabalho noturno e um subsídio extra de 10%.

As candidaturas específicas ou espontâneas devem ser submetidas para o email [email protected]. Para saber mais consulte o site da Vicaima.

Veja também: