AUMENTe AS sUAS PROBABILIDADES DE ARRANJAR EMPREGO!

Funcionários voltam a ser contratados por empresas que os despediram

Conseguir dar a volta à crise não é fácil, mas há pelo menos três empresas que o fizeram e voltaram agora a contratar funcionários que tinham sido despedidos.

Funcionários voltam a ser contratados por empresas que os despediram
Há algumas empresas que são casos de sucesso em Portugal
  • Nem todos os processos de falência ditaram o fim das empresas.

A notícia parece bizarra, mas é a mais recente realidade que o país está a atravessar. Depois de uma crise profunda, a economia vai dando pequenos sinais graduais de retoma.

Segundo notícia avançada pelo Jornal de Negócios, existem três empresas portuguesas que declararam insolvência, tiveram de despedir os funcionários, mas voltaram a contratá-los agora após o fim do processo de liquidação ou viabilização. Exemplo disso são a Ambar, a Cerâmica Valadares e a Martifer que conseguiram “recuperar alguns dos funcionários que tinham sido obrigadas a despedir”.

Ao longo dos últimos anos e após a grave crise económica que Portugal atravessou, foram muitas as empresas que tiveram de abrir falência e que se viram obrigadas a despedir grande parte dos seus funcionários. Felizmente, algumas das empresas conseguiram recuperar e representam dos poucos casos felizes.

Pode ler-se em notícia que “a Ambar foi uma das que sobreviveu depois de, há dois anos, ter despedido grande parte dos seus 142 trabalhadores, tendo agora recuperado 25 dos mesmos”.

Outro caso de sucesso foi a Cerâmica de Valadares que declarou insolvência e despediu 300 pessoas, sendo que agora, após o investimento de ex-quadros, conseguiu recuperar 130 novos postos de trabalho. O mesmo aconteceu com a Martifer, um caso muito recente e polémico, uma vez que foram despedidos 600 funcionários dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo. A empresa conseguiu agora recuperar 80 desses funcionários, esperando conseguir continuar a crescer.


Veja também: