GNR está a fiscalizar circulação abusiva pela esquerda

“Poupe quatro pontos, circule pela direita!” – é o conselho deixado pela GNR. A circulação abusiva pela esquerda dá multa e coloca a segurança em risco.

GNR está a fiscalizar circulação abusiva pela esquerda
Evite circular pela esquerda

A Guarda Nacional Republicana (GNR) está a realizar, entre 27 de março e 2 de abril, a operação Via Livre, que tem como objetivo fiscalizar a circulação pela via do meio e da esquerda sem que haja trânsito nas vias da direita.

Portanto, se por norma costuma fazer uma circulação abusiva pela esquerda evite fazê-lo. Não só é um perigo para si e para os outros que circulam na estrada, como dá direito a multa.

Esta é a segunda fase da operação Via Livre, que arrancou a 20 de março com ações de sensibilização que alertavam os condutores para os perigos provocados pela circulação de forma errada, quer ao nível da segurança rodoviária quer dos atrasos que provoca no tráfego.

A GNR está a realizar as ações em autoestradas e nas vias reservadas a automóveis e motociclos. Em comunicado, a GNR relembra que “a prática da circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda sem que exista tráfego nas vias mais à direita, além de constituir infração ao Código da Estrada, causa constrangimentos à segurança rodoviária e à fluidez de tráfego”.

O que é circulação abusiva pela esquerda?

Se tem por hábito circular na faixa central ou na faixa da esquerda numa autoestrada ou via rápida, isso é considerado circulação abusiva da esquerda e dá direito a penalização.

Então quando podemos utilizar a via mais à esquerda ou a via do meio sem que com isso possamos estar a cometer uma infração? Segundo o Código da Estrada, pode utilizar a via da esquerda apenas para ultrapassar ou mudar de direção (caso seja fora da autoestrada). É também possível recorrer à faixa da esquerda quando na autoestrada surgir um sinal de seleção de vias que dá possibilidade ao condutor de optar pela via de trânsito que melhor lhe convenha para chegar ao seu destino.

Ao proceder de acordo com o que diz a lei, reduz os riscos de acidente e evita ser ultrapassado pela direita, o que é considerada uma manobra perigosa. Se não utilizar a via que está mais à direita está a infringir a lei e pode ser multado até 300 euros e perder pontos na carta de condução.

Veja também: