Roaming grátis na União Europeia não vai ser ilimitado

Roaming grátis na União Europeia não vai ser ilimitado

O limite é de 90 dias.

Afinal, a União Europeia vai limitar o roaming grátis a um máximo de 90 dias por ano. Mas há mais…

Afinal, o prometido roaming grátis em todos os países da União Europeia vai passar a ser limitado. Bruxelas pretende a diretiva da proposta inicial mas vai alterar as regras impostas às operadoras sobre a não-cobrança. Agora, pretende que os utilizadores façam uma “utilização razoável” das telecomunicações móveis o que, na prática, equivale a 30 dias de utilização seguida ou 90 dias de utilização intercalada por ano. O objetivo passa por evitar que os clientes aproveitem o roaming grátis e as facilidades de comunicação para conseguir tarifários que prejudiquem as operadoras.

A mudança acaba por penalizar os viajantes mais frequentes que desde a votação do Parlamento Europeu, em outubro do ano passado, estavam convencidos de que iam passar a beneficiar de roaming grátis dentro do espaço europeu a partir de junho de 2017.

Quando a medida entrar em vigor, cada vez que um cidadão viajar para qualquer país da UE, deverá voltar a utilizar a sua rede móvel doméstica pelo menos uma vez a cada 30 dias. Caso isso não aconteça, a operadora poderá aplicar as tarifas previstas para o uso de telecomunicações no estrangeiro.

Segundo o diário espanhol El País, o primeiro a avançar com estas informações, também vão existir limites para os clientes com tarifários de chamadas ilimitadas e internet móvel sendo que a UE pretende que estes limites sejam consistentes com o consumo médio de cada utilizador. Por exemplo, se o cliente consome cerca de 100 minutos por mês, a operadora pode cobrar a partir do minuto 101. O mesmo se aplica ao consumo de dados móveis. 

As novas regras de roaming entram em vigor no dia 15 de junho do próximo ano.


Veja também: