Os smartphones vão acabar? Mark Zuckerberg acha que sim

Mark Zuckerberg acredita que os smartphones vão acabar até 2026 e já explicou porquê.

Os smartphones vão acabar? Mark Zuckerberg acha que sim
Tal como todos os tablets e televisões

Os smartphones vão acabar? Mark Zuckerberg acha que sim e que não falta muito tempo para que isso aconteça. O fundador da maior rede social do mundo aproveitou a conferência anual Facebook F8 para corroborar e aprofundar um ambicioso plano que tem para os próximos 10 anos e que já tinha apresentado em 2016.

Adeus, smartphone?

Mesmo que a previsão de Mark Zuckerberg esteja certa, o mundo terá, como sempre, de se adaptar a um novo cenário onde os smartphones se tornaram obsoletos. Os smartphones poderão, de acordo com o fundador do Facebook, deixar de ser fabricados até 2026, mas os utilizadores ainda vão ter de se habituar às novas tecnologias que os vão substituir.

Então qual é a ideia de Mark Zuckerberg? Segundo o plano apresentado na cimeira Facebook F8, a ideia passa por três fases distintas. Primeiro, desenvolve-se uma tecnologia. Depois, criam-se produtos que a possam utilizar. Por fim, desenvolve-se um ecossistema onde essa tecnologia e o mundo real coabitam a todo o momento.

Como é que o fundador do Facebook imagina o mundo em 2026? Um mundo onde toda a gente está constantemente ligada à internet, mas onde não existem dispositivos com ecrãs como smartphones, tablets ou televisões. Ao invés, Mark Zuckerberg acredita que todos poderemos usar óculos para explorar tecnologias como a realidade virtual, a realidade aumentada ou até a inteligência artificial.

Veja também:

Continuar a Ler
Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.