Tarifa bi-horária chega aos escalões mais baixos

As alterações ao sector eléctrico em Portugal trazem novas notícias. As famílias portuguesas que tenham baixos consumos poderão estar perto de conseguir ter também acesso às tarifas bi-horárias.

Tarifa bi-horária chega aos escalões mais baixos
Famílias portuguesas com baixo consumo de electricidade poderão ter acesso a tarifários bi-horários
  • Até agora as potências mínimas contratadas não tinham direito a tarifas bi-horárias.

Muitas têm sido as alterações no último ano no mercado da electricidade. A perda de monopólio da EDP e a entrada no mercado de empresas concorrentes tem vindo a alertar os consumidores para novos preços, novos planos, uma nova oportunidade de repensar a respectiva fatura de electricidade.


Alargamento da tarifa bi-horária

A notícia que nos chega hoje poderá trazer alterações positivas. Segundo a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE), está em vista um alargamento da tarifa bi-horária praticada no sector eléctrico para todos os escalões que estejam abaixo da potencia dos 3,45kVA. A notícia foi avançada hoje pelo jornal de negócios e será certamente uma boa notícia para muitas das famílias portuguesas.

Todos aqueles que têm um baixo consumo de electricidade poderão eventualmente ter acesso a tarifas bi-horárias, à semelhança dos outros clientes que tenham uma potência contratada igual ou superior a 3,45kVA. Apesar da proposta de revisão dos regulamentos do sector eléctrico ainda não estar aprovada, a notícia avança que as negociações estão bem encaminhadas. Em declarações, a Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos revela que “na ausência de impedimentos tecnológicos, não há razões que afastem a proposta de alargamento das tarifas bi e tri-horárias aos clientes com potências contratadas até 1,15kVA e 2,3kVA”, assegura. 

Ainda assim, é importante ressalvar que este possível alargamento não estará disponível para os clientes no mercado regulado.


Veja também: