Publicidade:

Como aumentar a vida útil da bateria do portátil: 5 regras de ouro

Sabe como aumentar a vida útil da bateria do portátil? Temos algumas dicas que vão contribuir (e muito) para a sua durabilidade.

Como aumentar a vida útil da bateria do portátil: 5 regras de ouro
Até as baterias precisam de atenção

Na maioria das vezes, antes mesmo de o computador começar a dar problemas, o componente que dá os primeiros sinais de cansaço é a própria bateria. E, talvez, este sinal seja indicativo de que não lhe está a dar a devida atenção. Então, como aumentar a vida útil da bateria do portátil?

Veja algumas dicas para conseguir cuidar bem da “melhor amiga do seu computador” e fique a par de algumas regras de ouro para fazer com que esta dure mais tempo.

5 dicas para aumentar a vida útil da bateria do portátil


aumentar a vida útil da bateria do portátil

1. Não deixar que esta descarregue por completo

Dizem os especialistas que a vida útil da bateria pode aumentar se os utilizadores evitarem os ciclos completos – dos 100% aos 0%. A opinião ainda não é unânime, mas há quem diga que é possível aumentar a vida útil da bateria se procurarmos mantê-la entre os 15 e os 80%.

2. Não exigir demasiado do computador quando utiliza apenas a bateria

Quando o portátil deixa de estar ligado à corrente e começa a alimentar-se apenas da bateria, acaba por ajustar a utilização de alguns recursos para que a perda de energia seja gradual e não brusca. São exemplos disso o brilho do ecrã, que diminui, e a velocidade de utilização do processador.

O conselho é não utilizar o máximo das capacidades do computador quando este não está ligado à corrente, para não forçar o processo de descarga da bateria. Pense bem sobre quando é que precisa, ou não, da bateria.

3. Guardar a bateria em locais frios e com cerca de 50% de carga

Os entendidos dizem que as baterias Li-Ion se estragam mais fácil e rapidamente quando são guardadas estando completamente carregadas (ou descarregadas). Por isso, o ideal é o meio-termo: 50% de carga.

Mas há mais: é importante guardá-las em locais com baixas temperaturas, mas claro que não têm de ser temperaturas negativas – o que, aliás, não convém.

4. Utilizar regularmente a bateria do portátil, mas evitar o sobreaquecimento

Na verdade, quando as baterias são expostas a temperaturas superiores a 60ºC – ou caso sejam carregadas para além do seu limite energético – podem acabar por explodir. Isto explica-se pela instabilidade do lítio. Mas, se se mantiverem descarregadas por muito tempo, as células das baterias acabam por oxidar. Daí ser aconselhado evitar o sobreaquecimento da bateria e o seu uso frequente, paralelamente.

5. Realizar a calibração da bateria uma vez por mês

Não entrando em muitas especificidades ou aventuras técnicas, é preciso saber que os circuitos que controlam a carga da bateria não controlam cada célula que a constitui, mas sim o valor limite (máximo e mínimo). O que acontece é que, com o tempo, o circuito controlador da carga começa a perder capacidades de cálculo em relação à mesma, daí algumas baterias começarem a aguentar menos tempo.

A solução passa por calibrar o circuito, reajustando os seus valores-padrão. Nesse caso, é preciso carregar completamente a bateria e depois utilizar o portátil até que esta se descarregue totalmente – até ao ponto em que o computador entra em hibernação. Deixe-o assim durante, pelo menos, cinco horas e depois pode voltar a carregar a bateria.

Agora que já conhece as 5 regras de ouro que podem aumentar a vida útil da bateria do portátil, basta colocar em prática passos simples e desfrutar de mais autonomia – e por mais tempo.

Veja também:

Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.