PLANO DE SAÚDE MEDICARE - 6 mensalidades sem compromisso

Cuidado a mergulhar: a sua coluna agradece

São muitos os acidentes provocados por mergulhos “inocentes”. Na dúvida, não arrisque...muito cuidado a mergulhar!

Cuidado a mergulhar: a sua coluna agradece
Um mergulho pode sair-lhe caro!

Chegou o Verão e com ele chega a temporada de praia, piscina, tardes de diversão com família e amigos e muitos mergulhos. Mas nem sempre estes mergulhos têm um final feliz: muitas vezes a profundidade do mar, rio, lago ou piscina não é suficiente, causando um acidente muitas vezes bastante grave.

Dados dos últimos cinco anos mostram que 96% dos acidentes com mergulhos ocorrem entre maio e setembro, com incidência mais forte no sexo masculino, e mais de metade envolve pessoas com menos de 30 anos.

Este tipo de acidentes são a quarta causa de lesão medular, chegando a atingir até cerca de 20% de todos os casos. A grande maioria destes jovens fica com lesões irreversíveis, como paraplagia ou tetraplegia. Recomendamos cuidado a mergulhar!

 

Recomendações para um mergulho seguro

Mais vale prevenir do que remediar...Isto não significa que não se possa divertir na água ou até que não possa dar os tão desejados mergulhos! O que é necessário e importante é ter alguns cuidados essenciais:

  • Se mergulhar, dê sempre o primeiro mergulho de pés e nunca a entrar na água primeiro com a cabeça. Todo o cuidado a mergulhar é pouco!

  • Mergulhar sempre com os braços à frente, em extensão, de forma a antever o que se aproxima e a proteger a cabeça e pescoço;

  • Cuidado ainda com as brincadeiras, empurrões e outras acrobacias antes de entrar para a água;

  • Se estiver no mar, antes de mergulhar, “teste” a profundidade entrando progressivamente no mar de pé.

 

Além de todos estes cuidados, existem algumas situações em que deve mesmo evitar o tão desejado salto para a água.

  • Locais muito altos, pois isto fará com que bata ainda mais fundo;

  • Águas de profundidade desconhecida ou pouco iluminadas;

  • Após consumo de álcool ou outra qualquer substância que altere a função cognitiva ou motora;

  • Não mergulhe de costas ou em corrida - quanto mais impulso der, mais fundo será o mergulho.

 

Campanha de prevenção de acidentes ao mergulhar

A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML) e a Sociedade Portuguesa de Ortopedia e Traumatologia juntaram-se pelo quarto ano consecutivo para lançarem a Campanha Mergulho Seguro. O objetivo passa pela sensibilização da população, em especial dos mais jovens, nas praias e em locais frequentados por banhistas, na prevenção de traumatismos vertebro-medulares provocados por acidentes relacionados com mergulhos.

“Mergulho Seguro: lembra-te que nem sempre há agua debaixo de água” é um dos claims da campanha que espera diminuir o número de acidentes causados por embates após entrada na água.

 

Assisti a um acidente de mergulho...e agora?

No caso de presenciar um destes infelizes acontecimentos, existem alguns procedimentos que poderão minimizar as consequências do acidente:

  • Chame de imediato o 112;

  • Coloque a vítima de barriga para cima para que possa respirar, tentando imobilizar a cabeça em linha com o tronco, mas sem lhe mexer muito! Um passo em falso pode agravar muito o estado de saúde do acidentado;

  • Mantenha sempre a cabeça e pescoço alinhados com a coluna vertebral, numa posição estável, sem movimentos bruscos;

  • ​No caso de se encontrar numa praia, chame de imediato o salva vidas: ele terá mais competências e formação para imobilizar o corpo da vítima.


Todo este cuidado a mergulhar não significa que fique sem diversão para os dias de sol junto a piscinas, lagos, mar ou lagoas! Divirta-se, mas sempre com a devida precaução, a sua coluna e a sua saúde agradecem. Bons mergulhos!

Veja também: