Fobia social: causas, sintomas e tratamento

A fobia social consiste num problema de relacionamento interpessoal e em grupo. Saiba mais sobre as suas causas, sintomas e tratamento.

Fobia social: causas, sintomas e tratamento
Uma doença que afeta o comportamento social

Tudo começa com a chamada “ansiedade”. Dificuldade em relacionar-se com os outros, crescente isolamento, ansiedade por ter de responder em público… Todos estes são sintomas de fobia social, um problema que está mais presente na nossa sociedade do que aquilo que imaginamos.

A fobia social é diferente de fobia a pessoas e tem impacto em tudo na vida de uma pessoa: desde a escolha dos estudos, à seleção de emprego, até na relação com amigos, familiares e restantes pessoas. Todas as atividades que exijam uma relação com outras pessoas são influenciadas por este problema.

O simples ato de fazer a chamada conversa de café ou até de cumprimentar um conhecido no dia-a-dia podem ser difíceis para quem sofre de fobia social. Se, por um lado, a maioria das pessoas lida pior com pessoas desconhecidas, por outro lado, nas situações em que as relações se tornam mais íntimas, a ansiedade pode aumentar também.

Quem sofre de fobia social vive assolado por um medo irracional perante estas situações de relacionamento e, muitas vezes, existe um reflexo de sintomas físicos. Exemplos de situações mais temidas:

  • Falar em público;
  • Comer e beber juntamente com outras pessoas;
  • Ir a uma casa de banho pública;
  • Conversar ao telefone;
  • Falar com desconhecidos;
  • Interagir com pessoas do sexo oposto;
  • Lidar com autoridade;
  • Fazer compras.

Fobia social: causas

São vários os motivos que podem desencadear a ansiedade social e posterior fobia social. Por exemplo, experiências de bullying, maus tratos parentais, experiências com amigos menos positivas, etc.

Além das causas exógenas, existem algumas pessoas com maior tendência para este tipo de problemas psicológicos. Algumas evidências apontam para uma maior probabilidade de sofrer de fobia social no caso de haver antecedentes familiares com problemas do foro psíquico.

Fobia social: sintomas

É possível dividir os sintomas em físicos e psicológicos:

Sintomas físicos:

  • Coração acelerado;
  • Voz trémula;
  • Respiração acelerada;
  • Transpiração em exagero;
  • Boca seca;
  • Mãos suadas;
  • Náuseas;
  • Úlcera nervosa;
  • Tremores;
  • Tonturas;
  • Face roburizada.

Sintomas psicológicos:

  • Preocupação intensa relativa a algum evento social;
  • Medo exacerbado de ser julgado e avaliado pelos outros;
  • Baixa auto-estima;
  • Medo de falhar;
  • Medo que os outros reparem no nervosismo sentido;
  • Isolamento.

Fobia social: tratamento

A forma mais comum de tratamento passa por consultas de acompanhamento psicológico. Pode ainda recorrer-se a técnicas de respiração, a métodos de tratamento alternativos (como hipnose ou acupuntura), sendo que cada pessoa reage de forma diferente ao tratamento.

O importante é que quem sofre de fobia social seja seguido regularmente e não desista dos tratamentos prescritos. Em casos mais graves, pode ser necessário recorrer a medicação prescrita por um psiquiatra.

Veja também: