7 dicas para negociar o tarifário móvel

Saiba como negociar o tarifário móvel. Dicas e cuidados a ter para mudar de tarifário móvel.

7 dicas para negociar o tarifário móvel
Negociar o tarifário móvel — como?

Com o surgimento dos pacotes de telecomunicações que agregam telefone fixo, televisão, internet, telemóvel (chamadas e internet) e ainda integram banda larga móvel o número de subscritores aumentou. A concorrência é feroz, os preços baixam, mas ainda é possível negociar o tarifário móvel para conseguir economizar alguns euros.

No entanto, a tarefa não é fácil se utilizar muito a internet no seu telemóvel. Saiba como negociar o tarifário móvel.

Dicas para negociar o tarifário móvel

1. Tente agregar a outros serviços

A primeira dica para negociar o tarifário móvel passa (para quem ainda não o fez), precisamente, por agregar os cartões dos telemóveis dos agregados familiares a pacotes de telecomunicações disponíveis nas várias operadoras do mercado nacional.

Em muitos casos, a opção de negociar o tarifário móvel ao pacote de telecomunicações é a solução que permite economizar dinheiro. No entanto, considere que habitualmente implica um período obrigatório de fidelização de dois anos.

2. Adeque ao seu perfil

Negociar tarifários é também uma solução, ideal para quem não quer ou não pode aderir a pacotes de telecomunicações. As diferentes operadoras oferecem tarifários só para o serviço de telecomunicações para telemóveis com condições vantajosas, conforme o perfil do cliente.

Por exemplo, existem tarifários móveis adequados para jovens (para menores de 26 anos); tarifários livres, ou seja, sem carregamentos mínimos ou carregamentos obrigatórios, para quem não utiliza muito o telemóvel; ou tarifários com condições vantajosas para quem utiliza muito a internet.

3. Simule

Antes de negociar o tarifário móvel pode, também, aceder ao simulador de serviços no telemóvel disponibilizado pela Anacom, que permite consultar os tarifários dos operadores para os serviços móveis, permitindo ainda fazer simulações, de acordo com o seu perfil de consumo, e saber quais os pacotes disponíveis no mercado que melhor se adequam às suas necessidades.

No entanto, estes tarifários são muitas vezes reduzidos se tiver paciência para negociar em dois ou três telefonemas.

Cuidados a ter quando negociar o tarifário móvel

1. Não pague o que que não usa

Avalie cuidadosamente as suas necessidades de consumo, ou seja, perceba quais os serviços que realmente precisa. Por exemplo, não adianta aderir a um pacote de telecomunicações se não utiliza a maioria dos serviços disponíveis.

2. Fidelização

Pergunte sempre o período de fidelização (se aplicável) e tenho esse dado em consideração.

3. Vá à concorrência

Informe-se das propostas da concorrência antes de negociar o tarifário móvel com a sua operadora.

4. Faça contas

Pondere cuidadosamente a troca de tarifário móvel, pois apenas a primeira alteração é gratuita.

Veja também: