O que visitar em Itália

Se quer saber o que tem mesmo de visitar em Itália, siga as nossas sugestões e conheça 5 locais incontornáveis em 5 cidades absolutamente deslumbrantes.

O que visitar em Itália
5 locais imperdíveis em 5 cidades inesquecíveis

Se está a pensar em viajar para Itália, tem mesmo de se preparar e tentar definir exatamente o que quer visitar. Isto porque este é um dos países mais ricos a nível de oferta histórica, cultural, artística e até gastronómica. E porque cada região é um grande tesouro a descobrir, decidimos apresentar-lhe 5 cidades que representam verdadeiramente a alma italiana e um ponto turístico que não pode mesmo perder em cada uma delas. Prepare o espírito, o coração e o estômago e venha connosco visitar um país apaixonante.
 

5 CIDADES E 5 LOCAIS QUE TEM MESMO QUE VISITAR EM ITÁLIA

 

1. ROMA

Roma é uma cidade em que se respiram glórias antigas e a maior parte delas está ao seu alcance, mediante uma visita ao centro histórico. O acesso ao interior dos monumentos é grátis ou está integrado nos passes e cartões turísticos da cidade, mas basta um passeio contemplativo perto dos mesmos para absorver a espantosa história de Roma Antiga.

A nossa sugestão: Coliseu de Roma
Construído pelo Imperador Vespasiano entre 70 e 90 DC, este é um dos monumentos mais emblemáticos e visitados de Roma, sendo inclusivamente encarado como símbolo do Império Romano e da arquitetura que o representa. Também conhecido como “Anfiteatro”, destaca-se pelo seu volume e relevo arquitetónico: são 48 metros de altura e uma capacidade para quase 55.000 pessoas, o que era impressionante para a época.

O Coliseu foi palco de inúmeros espetáculos pouco edificantes, que incluíam confrontos mortais entre gladiadores e lutas entre animais selvagens, e esteve em atividade durante quase 400 anos. Posteriormente acabou por funcionar como sede de ordens religiosas, oficina, pedreira, habitação e até como templo cristão.

Atualmente, devido a pilhagens e terramotos, o Coliseu está em ruínas. Ainda assim, em 2007, foi eleito como uma das “Sete maravilhas do mundo moderno”.

Dicas: compre o bilhete de acesso atempadamente, no sentido de evitar longas esperas na fila;  uma vez lá, aproveite para tirar fotos com os “Gladiadores” que encontrará no exterior do Coliseu – no entanto, tenha presente que eles se fazem pagar.


 

2. VENEZA

Esta é uma cidade extremamente popular, que desperta a curiosidade de qualquer viajante. Construída sobre as águas de uma laguna, Veneza é senhora de um encanto e sedução únicos, que lhe asseguram lugar cativo nas listas de cidades mais belas e românticas do mundo. A sua alma reside na Piazza de San Marco e na sua fabulosa Basílica, mas há muito mais para fazer nesta cidade inesquecível - por exemplo, um inevitável passeio de gôndola pelos seus canais.


A nossa sugestão: Piazza San Marco 
Senhora do epíteto, habitualmente atribuído a Napoleão, de “O mais belo salão do mundo”, este é um ponto turístico que tem mesmo que visitar em Itália. A Piazza San Marco é a maior extensão de terra firme numa cidade construída sobre água, tendo conseguido assegurar desde sempre a sua posição como local de encontro imprescindível. 

O nome da praça deriva de um dos monumentos mais originais e impressionantes que alberga, a Basílica de São Marcos, mas neste espaço aberto poderá ainda visitar: o Palácio Ducal, o Campanário da Basílica, a Antiga Procuradoria (séc. XII) e a Nova Procuradoria (séc. XVI), entre várias outras atrações.

Dica: se quer conhecer o café mais antigo do mundo, faça uma paragem no Caffè Florian, que foi inaugurado em 1720 no piso térreo da Nova Procuradoria.


 

3. MILÃO

Se gosta da moda e estilo italianos, esta é a sua cidade. Mas nem só de moda vive Milão. Esta metrópole é também uma das mais ricas da Europa, além de albergar inúmeras atrações históricas e artísticas, como um dos mais famosos frescos de Leonardo da Vinci, “A Última Ceia”, ou o La Scala Opera House. 
Em resumo, Milão é  uma cidade intensa e glamorosa, onde tudo se passa a um ritmo acelerado; quem a visita, além de um ambiente cultural rico e próspero, vai poder ainda usufruir daquela que é considerada uma das melhores cidades para compras.


A nossa sugestão: Duomo / Catedral de Milão
A Duomo di Milano, que começou a ser construída em 1833 e demorou quase 500 anos a ficar pronta, está localizada no coração do centro histórico da cidade, a Piazza del Duomo, e é uma das mais belas e icónicas catedrais góticas do mundo.

O edifício é imponente, assegurando 157m de comprimento e 109m de altura; no entanto, a sua caraterística mais impressionante é mesmo o telhado, com 135 pináculos e mais de 3.200 estátuas! Vale a pena subir as escadas só para ter o privilégio de os poder observar de perto, disfrutando simultaneamente de uma vista fantástica sobre a cidade de Milão.

Dica: tire fotografias da Catedral de Milão a partir do seu telhado – o resultado é muito apelativo e original.

4. FLORENÇA

Quando se faz uma lista centrada no que visitar em Itália, Florença tem de estar presente. Situada no coração da Toscânia, por si só uma região campestre absolutamente inebriante, esta cidade da Renascença tem tudo para conquistar até o mais exigente dos visitantes: lindíssimas catedrais e igrejas, as mais belas ruas e praças, elegantes edifícios e lojas de inegável interesse, alguns dos melhores museus italianos, etc. Não é, pois, de estranhar que seja uma das cidades mais populares de Itália.


A nossa sugestão: Ponte Vecchio
É a mais famosa ponte de Florença e a única dos tempos medievais que sobreviveu à II Guerra Mundial. A Ponte Vecchio (ponte velha) foi construída em 1345 e, tendo sido a primeira sobre o Rio Arno, assegura vistas espantosas do mesmo e da respetiva paisagem

Uma das pontes mais fotografadas do país,  a Ponte Vecchio é ainda famosa por 2 razões: a quantidade de lojas, especialmente ourivesarias e joalharias, que se alinham ao longo do seu tabuleiro; a quantidade de cadeados que os apaixonados aí colocaram para garantir uma ligação eterna (atenção que atualmente esta tradição dá direito a multa).

Dicas: se vir um anel ou outra joia que lhe agrade, compare os valores em várias lojas e depois regateie o preço: pode ter uma surpresa agradável; nas épocas altas, tenha cuidado com os carteiristas: tal como os turistas, também eles afluem à Ponte Vecchio.

 

5. NÁPOLES

Nápoles, a terceira cidade mais populosa de Itália, é intensa, vibrante e digna de uma visita mais atenta. Dirija-se ao centro histórico e comprove a razão de ter sido nomeado Património Mundial da Unesco, descubra os fantásticos tesouros artísticos, passeie pelas ruelas estreitas e sinuosas e compre as suas recordações numa das pitorescas lojinhas que por lá aparecem.

De todos os seus encantos naturais, nos quais vamos ainda incluir a música, temos mesmo de destacar a gastronomia: afinal, Nápoles é a terra natal da afamada pizza! Não deixe a cidade sem saborear um belo exemplar cozido em forno a lenha.


A nossa sugestão: Museu Arquelógico Nacional de Nápoles
É um dos melhores museus arqueológicos de Itália e um dos que deve mesmo visitar. Este edifício alberga uma das mais impressionantes coleções de antiguidades gregas e romanas em todo o mundo, muitas delas recuperadas em escavações efetuadas em Pompeia e outros locais de interesse arqueológico nas proximidades.

As várias secções do museu incluem elementos para todos os gostos: mosaicos, frescos, pinturas de parede, esculturas, peças em metal e vidro, etc.

Dica: para apimentar esta visita, não perca o “Gabinete Secreto”, ala que inclui os inúmeros artigos eróticos e sexuais do museu (menores de 14 anos só entram com os pais ou professores).


E pronto, já tem as nossas sugestões para ficar a conhecer algumas das cidades e pontos turísticos mais emblemáticos de Itália. Esperamos que aceite e que se deixe seduzir por um dos países mais encantadores do mundo. Buone vacanze!


Veja também: