Publicidade:

Partes de 7 alimentos que não deve deitar fora

Do limão só retira o sumo? E o que faz às cascas da banana? Conheça 7 alimentos subaproveitados e de que forma os pode rentabilizar.

Partes de 7 alimentos que não deve deitar fora
Casca, sementes e caules: saiba onde se escondem alguns nutrientes

E se lhe dissermos que está a desperdiçar vários alimentos, ao subaproveitar partes dos seus nutrientes? São vários os exemplos: conhece todas as potencialidades nutritivas de uma melancia? E da casca da banana? Conheça alguns alimentos subaproveitados e de que forma pode enriquecer ainda mais as suas receitas.

7 alimentos que não está a aproveitar como devia

1. Casca de limão

casca de limão

Se tem por hábito não utilizar a casca do limão saiba que este está a ser um dos alimentos subaproveitados. Isto porque, para além da riqueza do seu sumo, a pele do limão é rica em vitaminas.

Assim sendo, uma forma de reforçar as suas receitas com vitamina C, fibras, vitamina B6, potássio, cálcio, magnésio, entre outras, é passar a incluir a raspa de limão. De qualquer forma, estas propriedades estendem-se aos restantes citrinos, como é  o caso da lima, da toranja e da laranja.

2. Casca de banana

casca de banana

As bananas encabeçam a lista dos alimentos ricos em potássio. Por outro lado, a banana é também uma excelente aliada nos períodos pré e pós exercício físico, uma vez que dá e repõe a energia necessária que o nosso corpo precisa.

Mas e a casca?! Saiba que a mesma tem propriedades calmantes e que ajuda a reduzir a sensação de prurido, sendo utilizada para tratar uma possível reação alérgica à hera venenosa.

Ainda assim, a banana esconde outro segredo. Certamente já ouviu falar das cascas de batata frita e o quão deliciosas são! Agora, pode adaptar essa receita e fazer o mesmo com a casca de banana. Deste modo vai estar a usufruir de todas as suas propriedades, como é o caso do triptofano, responsável por aumentar a produção de serotonina, a hormona da felicidade.

3. Casca e sementes de melancia

casca e sementes de melancia

Com efeito, as fibras e água caraterizam a melancia como uma fruta que ajuda a prevenir a obstipação, promovendo a regularidade do trânsito intestinal o que, por sua vez, ajuda a emagrecer. No entanto, as suas sementes têm também propriedades laxantes. Uma opção para as tornar úteis passa por colocar as próprias pevides nos batidos.

Ainda assim, a versatilidade da riqueza da melancia não se fica pela polpa e pelas sementes. Na verdade, a melancia pertence à lista dos alimentos subaproveitados, uma vez que teimamos em deitar fora a sua casca. E esta parte da melancia é, na verdade, um aliado do coração, uma vez que ajuda a melhorar a circulação sanguínea e diminui a fadiga muscular.

4. Casca do kiwi

casca do kiwi

Muito associado às suas propriedades laxantes no controlo da prisão de ventre, o kiwi é outro dos alimentos subaproveitados. Porém, as suas potencialidades vão muito além. Na verdade, o kiwi é um fruto muito rico em vitamina C, e, por isso muito útil para melhorar a circulação sanguínea. Por outro lado, é uma fruta adequada para a alimentação dos diabéticos.

Como tal, de modo a tirar todo o proveito deste fruto e dar um boost no seu organismo, deve colocar um kiwi inteiro no seu liquidificador e fazer um batido ou smoothie colorido.

5. Casca de cebola

casca da cebola

Chá de casca de cebola? Não, não é estranho e não sabe a cebola! É sim um anti-inflamatório natural, bom no combate às dores de garganta, no alívio dos sintomas de tosse e para ajudar nas digestões mais pesadas.

Na verdade, além de ser rica em vitamina A, B1, B2, B3, a cebola é ainda rica em cálcio, magnésio e potássio.A quercetina, que confere propriedades anti-inflamatórias à cebola, está presente em maior quantidade nas cascas.

6. Folhas de aipo

folhas de aipo

Passando agora para os legumes no caso dos alimentos subaproveitados, temos as folhas de aipo. Muito presente nos sumos detox, é ainda um dos alimentos subaproveitados, isto porque as suas folhas são muitas vezes menosprezadas.

Para além dos seus talos serem um forte diurético, as suas folhas são ricas em magnésio, cálcio, ferro e vitamina C. Assim sendo, da próxima vez que fizer uma salada ou sopa, não se esqueça de incluir as folhas do aipo.

7. Talo do brócolo

talos dos brócolos

O brócolo é outro dos alimentos subaproveitados, uma vez que os seus talos são muitas vezes postos de lado pela suas caraterísticas fibrosas. Isto é, ao incluí-lo, por exemplo, na sopa, pode correr o risco de a mesma ficar com alguns “fios”. Contudo, e uma vez que esta parte esconde propriedades anti-inflamatórias, deve ser incluído na alimentação.

E as sugestões são várias. Pode optar por incluir os talos em saladas, usando cru, ou optar por cozinhá-lo, salteando ou, de forma ainda mais saudável, cozendo a vapor.

Veja também: