Quer ser mais feliz? Estas pequenas mudanças podem ajudar

Conheça dicas e pequenas mudanças de atitude e hábitos que o ajudarão a ser mais feliz. Viva intensamente cada dia, sem ter de gastar mais por isso.

Quer ser mais feliz? Estas pequenas mudanças podem ajudar
Com pequenas mudanças e a custo zero!

Claro que não há uma receita milagrosa para a felicidade, mas algumas mudanças de atitude e hábitos podem fazer a diferença e ajudar-nos a viver e a saborear melhor cada dia.

Não dizem que a vida é feita de momentos? Se não podemos fugir dos realmente maus, mais vale que nos intervalos tentemos ser felizes e há estratégias que podem ajudar a mudar o nosso dia e o nosso humor e consequentemente o daqueles de quem gostamos.

Eis algumas dicas, quase todas baseadas em estudos que nos garantem que realmente funcionam, algumas bem o sabemos por experiência. E se é para melhorar o dia e ser mais feliz, vale bem a pena tentar.

Dicas para ser mais feliz

1. Pare e aprecie as flores

flores

De acordo com um estudo realizado em Harvard, cheirar, apreciar, estar próximo de flores pode ajudar a animar o seu dia. Por isso, basta aplicar. Opte por ter flores em casa ou por fazer percursos floridos a caminho do trabalho. Vão com certeza trazer um colorido ao seu dia.

2. Faça uma pausa das redes sociais

A vida real está a passar-lhe ao lado enquanto vive no mundo virtual. Diz um estudo sobre depressão e ansiedade que quanto mais tempo se passa nas redes sociais menos feliz se é. O motivo? Olhar para as fotografias e atualizações de amigos e conhecidos sempre fantásticas, de férias, de restaurantes, de animação e felicidade constantes faz com que muitas pessoas comparem e sintam o quão má é a sua vida, fazendo com que se sintam tristes e colocadas à parte.

Mas diz o mesmo estudo que a solução é simples: gaste mais tempo na vida real com os seus entes queridos, com amigos, com os filhos, faça outras coisas e deixe as redes sociais para atualizações específicas e pontuais, para outros fins que não deixá-lo infeliz!

3. Cuide da sua aparência

vestuário

Não se aplicará, com certeza, a toda a gente, nem a todas as calças de ganga, mas pesquisadores da Universidade de Hertfordshire dizem que as calças de ganga são o item de vestuário de escolha para pessoas deprimidas.

Quase todos adoramos calças de ganga, mas o que importa realçar deste estudo é que a forma como nos vestimos pode ser reflexo do que sentimos, mas também pode ajudar-nos a mudar o que sentimos.

Todos sabemos que um banho, cuidar da pele e do cabelo e pôr uma roupa que nos faça sentir bem ajuda a aumentar o bem-estar e a autoconfiança.

No referido estudo, as mulheres disseram que eram mais propensas a usar camisolas largas quando se sentiam tristes, mas vestiam um vestido para se sentirem felizes. Por isso, algum cuidado com o corpo e a roupa é uma maneira fácil de levantar o humor e de mostrar aos outros que está a sentir-se bem.

4. Passeie pela natureza

Os japoneses têm uma prática, chamada Shinrin-Yoku ou “banho de floresta”, que envolve andar lentamente e conscientemente através da natureza. E esse simples passeio, dizem eles, traz paz, felicidade e liberta das preocupações.

Um estudo em Saúde e Medicina Ambiental referiu que passear por ambientes florestais diminui o stresse e a frequência cardíaca, reduz a pressão arterial e aumenta os sentimentos de segurança e bem-estar.

5. Dê ou partilhe algo

voluntariado

De acordo com pesquisas feitas pela Harvard Business School fazer o bem faz com que nos sintamos bem. Realmente é tão simples! Neste estudo, dar voluntariamente dinheiro a uma instituição de caridade tornou as pessoas mais felizes, mas quando as pessoas o faziam por culpa, por se sentirem obrigadas ou porque esperavam que isso as beneficiasse, a sua felicidade esmorecia.

Por isso, dê ou partilhe algo, pode ser o seu tempo, a sua companhia ou ajuda em algo. Comece pelos familiares, vizinhos, por fazer companhia a quem não a tem num lar de idosos ou faça voluntariado em Portugal ou noutro país, por exemplo.

6. Encontre alegria na parentalidade

Esqueça tudo por algum tempo: o corre-corre diário, o trabalho, as tarefas domésticas, as redes socias, a televisão e o shopping e concentre-se nas suas crianças ou jovens (ou peça os sobrinhos emprestados, eles vão adorar!) e dedique-lhes tempo de qualidade, com muita atenção, dedicação e atividades conjuntas. Independentemente das idades será sempre ótimo para adultos e crianças ou jovens e conseguirão muitos momentos felizes.

7. Exercite-se

dançar

Caminhar, correr, dançar, brincar,… há tantas formas de se exercitar sozinho ou acompanhado que porão a energia e a alegria ao rubro. Às vezes sabe bem, mas ficar sempre em casa no sofá a ver televisão não o vai fazer mais feliz! Conviva e divirta-se!

8. Saia com pessoas felizes e bem-dispostas

Saia com amigos (ou mais do que amigos!) felizes e bem-dispostos. A felicidade é contagiosa dizem pesquisadores da Harvard’s Medical School. Ou então seja uma pessoa feliz e bem-disposta e contagie.

Mas há mais, muito mais dicas que o ajudarão a ser mais feliz, como:

  • Ter uma atitude otimista e lutadora
  • Fazer pausas para evitar ficar exausto
  • Ter um hobby
  • Ter (adotar) um animal de estimação
  • Ligar aos familiares e amigos
  • Encontrar alegria nas “pequenas” coisas da vida
  • Respirar fundo e bem
  • Aprender a dizer “não”
  • Agradecer à vida e às pessoas (dizer “obrigada” e “desculpa” a alguém)
  • Ser gentil e respeitável
  • Ajudar alguém
  • Assistir a um nascer do sol
  • Parar de fumar
  • Fazer novos amigos
  • Abraçar, beijar e sorrir

A lista de dicas para ser mais feliz já vai longa, por onde vai começar?

Seja e faça feliz! Agora!

Veja também: