Covid-19
Especial Covid-19
Descomplicamos a informação sobre o novo Coronavírus
Isabel Barbosa
Isabel Barbosa
12 Jan, 2018 - 06:00

Quer ser mais feliz? Estas pequenas mudanças podem ajudar

Isabel Barbosa

Conheça dicas e pequenas mudanças de atitude e hábitos que o ajudarão a ser mais feliz. Viva intensamente cada dia, sem ter de gastar mais por isso.

Quer ser mais feliz? Estas pequenas mudanças podem ajudar

Claro que não há uma receita milagrosa para a felicidade, mas algumas mudanças de atitude e hábitos podem fazer a diferença e ajudar-nos a viver e a saborear melhor cada dia.

Não dizem que a vida é feita de momentos? Se não podemos fugir dos realmente maus, mais vale que nos intervalos tentemos ser felizes e há estratégias que podem ajudar a mudar o nosso dia e o nosso humor e consequentemente o daqueles de quem gostamos.

Eis algumas dicas, quase todas baseadas em estudos que nos garantem que realmente funcionam, algumas bem o sabemos por experiência. E se é para melhorar o dia e ser mais feliz, vale bem a pena tentar.

Dicas para ser mais feliz

1. Pare e aprecie as flores

placeholder-1x1

De acordo com um estudo realizado em Harvard, cheirar, apreciar, estar próximo de flores pode ajudar a animar o seu dia. Por isso, basta aplicar. Opte por ter flores em casa ou por fazer percursos floridos a caminho do trabalho. Vão com certeza trazer um colorido ao seu dia.

2. Faça uma pausa das redes sociais

A vida real está a passar-lhe ao lado enquanto vive no mundo virtual. Diz um estudo sobre depressão e ansiedade que quanto mais tempo se passa nas redes sociais menos feliz se é. O motivo? Olhar para as fotografias e atualizações de amigos e conhecidos sempre fantásticas, de férias, de restaurantes, de animação e felicidade constantes faz com que muitas pessoas comparem e sintam o quão má é a sua vida, fazendo com que se sintam tristes e colocadas à parte.

Mas diz o mesmo estudo que a solução é simples: gaste mais tempo na vida real com os seus entes queridos, com amigos, com os filhos, faça outras coisas e deixe as redes sociais para atualizações específicas e pontuais, para outros fins que não deixá-lo infeliz!

3. Cuide da sua aparência

placeholder-1x1

Não se aplicará, com certeza, a toda a gente, nem a todas as calças de ganga, mas pesquisadores da Universidade de Hertfordshire dizem que as calças de ganga são o item de vestuário de escolha para pessoas deprimidas.

Quase todos adoramos calças de ganga, mas o que importa realçar deste estudo é que a forma como nos vestimos pode ser reflexo do que sentimos, mas também pode ajudar-nos a mudar o que sentimos.

Todos sabemos que um banho, cuidar da pele e do cabelo e pôr uma roupa que nos faça sentir bem ajuda a aumentar o bem-estar e a autoconfiança.

No referido estudo, as mulheres disseram que eram mais propensas a usar camisolas largas quando se sentiam tristes, mas vestiam um vestido para se sentirem felizes. Por isso, algum cuidado com o corpo e a roupa é uma maneira fácil de levantar o humor e de mostrar aos outros que está a sentir-se bem.

4. Passeie pela natureza

Os japoneses têm uma prática, chamada Shinrin-Yoku ou “banho de floresta”, que envolve andar lentamente e conscientemente através da natureza. E esse simples passeio, dizem eles, traz paz, felicidade e liberta das preocupações.

Um estudo em Saúde e Medicina Ambiental referiu que passear por ambientes florestais diminui o stresse e a frequência cardíaca, reduz a pressão arterial e aumenta os sentimentos de segurança e bem-estar.

5. Dê ou partilhe algo

placeholder-1x1

De acordo com pesquisas feitas pela Harvard Business School fazer o bem faz com que nos sintamos bem. Realmente é tão simples! Neste estudo, dar voluntariamente dinheiro a uma instituição de caridade tornou as pessoas mais felizes, mas quando as pessoas o faziam por culpa, por se sentirem obrigadas ou porque esperavam que isso as beneficiasse, a sua felicidade esmorecia.

Por isso, dê ou partilhe algo, pode ser o seu tempo, a sua companhia ou ajuda em algo. Comece pelos familiares, vizinhos, por fazer companhia a quem não a tem num lar de idosos ou faça voluntariado em Portugal ou noutro país, por exemplo.

6. Encontre alegria na parentalidade

Esqueça tudo por algum tempo: o corre-corre diário, o trabalho, as tarefas domésticas, as redes socias, a televisão e o shopping e concentre-se nas suas crianças ou jovens (ou peça os sobrinhos emprestados, eles vão adorar!) e dedique-lhes tempo de qualidade, com muita atenção, dedicação e atividades conjuntas. Independentemente das idades será sempre ótimo para adultos e crianças ou jovens e conseguirão muitos momentos felizes.

7. Exercite-se

placeholder-1x1

Caminhar, correr, dançar, brincar,… há tantas formas de se exercitar sozinho ou acompanhado que porão a energia e a alegria ao rubro. Às vezes sabe bem, mas ficar sempre em casa no sofá a ver televisão não o vai fazer mais feliz! Conviva e divirta-se!

8. Saia com pessoas felizes e bem-dispostas

Saia com amigos (ou mais do que amigos!) felizes e bem-dispostos. A felicidade é contagiosa dizem pesquisadores da Harvard’s Medical School. Ou então seja uma pessoa feliz e bem-disposta e contagie.

Mas há mais, muito mais dicas que o ajudarão a ser mais feliz, como:

  • Ter uma atitude otimista e lutadora
  • Fazer pausas para evitar ficar exausto
  • Ter um hobby
  • Ter (adotar) um animal de estimação
  • Ligar aos familiares e amigos
  • Encontrar alegria nas “pequenas” coisas da vida
  • Respirar fundo e bem
  • Aprender a dizer “não”
  • Agradecer à vida e às pessoas (dizer “obrigada” e “desculpa” a alguém)
  • Ser gentil e respeitável
  • Ajudar alguém
  • Assistir a um nascer do sol
  • Parar de fumar
  • Fazer novos amigos
  • Abraçar, beijar e sorrir

A lista de dicas para ser mais feliz já vai longa, por onde vai começar?

Seja e faça feliz! Agora!

Veja também: