Restaurar móveis: dicas para reutilizar e poupar

Tem móveis danificados ou tesouros familiares que gostaria de manter? Saiba como pode restaurar móveis em casa, com estas dicas.

Restaurar móveis: dicas para reutilizar e poupar
Explore o mundo "do it yourself"

Móveis antigos, que têm passado de geração em geração na sua família, ou simplesmente mobília que foi danificada com o uso podem receber uma nova vida, se utilizar as ferramentas certas e seguir alguns passos simples. Restaurar móveis pode dar uma nova vida ao lar e até ajudá-lo a poupar.

moveis

Como começar a restaurar móveis

1. Analise o que é necessário restaurar: pintura, rachas, peças e dobradiças partidas ou estragos na estrutura, para determinar que materiais vai precisar;

2. Faça um plano, por escrito ou até em desenho, do que quer fazer ao móvel;

3. Faça uma lista dos materiais: pincéis, primários e tintas, rolos de pintura, tabuleiros, lixas de vários grãos, panos, betumes;

4. Não se esqueça das luvas, máscara e óculos de proteção;

5. Monte a zona de trabalho numa zona arejada e proteja o chão e paredes do local onde vai trabalhar;

6. Comece a trabalhar dos pés do móvel para o topo. Comece por retirar gavetas, puxadores e dobradiças.

O processo de restaurar móveis acaba por dividir-se em quatro etapas: decapar (remover o revestimento de tinta, cera ou verniz existente) com produtos indicados para cada um, e limpar de seguida com uma lixa e pano sem pelo; proteger dos parasitas (com produtos de tratamento); tapar fendas e buracos com massas ou ceras de preenchimento e de seguida com endurecedores para reforçar áreas mais débeis; e depois de proceder ao polimento e pintura, a etapa final é o acabamento com endurecedor, óleo ou hidrofugante.

Dicas para poupar tempo e dinheiro a restaurar móveis

Associadas aos passos descritos acima, tome nota destas sugestões.

  • Limpe bem o móvel e lixe-o, retire as gorduras e sujidades com um pano macio. Tenha uma lixa de grão fino e outra mais agressiva;
  • Não descure de usar um primário antes de pintar com tinta (sobretudo tinta de esmalte);
  • Entre as demãos de tinta, lixe suavemente a superfície e não tenha pressa, deixe a tinta secar;
  • Limpe as dobradiças e puxadores com água e detergente neutro e seque-os com panos de flanela;
  • Pode usar vinagre branco misturado com água para limpar manchas nas peças de metal;
  • Não tente poupar ao reutilizar os parafusos e porcas que já não estejam em bom estado. O barato pode sair caro.

pintar

Para restaurar móveis, a poupança reside na prevenção. Não use materiais de qualidade baixa ou marcas brancas, sobretudo aqueles produtos que preparam, protegem e terminam o trabalho. Aposte também em pincéis e trinchas de qualidade. Se tentar poupar na base do trabalho, põe em risco todo o restauro e acabará por gastar a dobrar para resolver o problema.

É sensato apostar na qualidade dos materiais de base, ferramentas e tintas, e depois procurar elementos decorativos tais como puxadores ou padrões para desenhos em lojas de antiguidades e mercados de rua.

Tenha paciência durante o restauro de móveis e encare o trabalho como um passatempo. Tenha cuidado em traçar um plano e pôr os seus princípios estéticos em prática. Pode procurar inspiração para ideias e designs em sites como o Pinterest ou o WooHome.

Veja também: