SmartBoy: transforme o seu smartphone num GameBoy

O SmartBoy é o gadget perfeito para qualquer fã do icónico GameBoy e para todos os que queiram reviver os bons velhos tempos.

SmartBoy: transforme o seu smartphone num GameBoy
Um gadget que promete dar que falar

O GameBoy foi lançado em 1989 – foi um dos gadgets que marcaram os anos 80 – e acabou por se tornar uma verdadeira referência na história das consolas móveis. Anos depois, o SmartBoy promete trazer de volta todas as horas passadas à frente do pequeno ecrã.

Para isso, bastam três coisas: este novo gadget (que promete dar que falar), os velhos cartuchos com os jogos para poder jogar e um smartphone Android.

SmartBoy: um gadget obrigatório para os saudosistas do GameBoy

smartboyFonte da imagem: Hyperkin Lab

O SmartBoy é um gadget produzido pela Hyperkin Lab que promete trazer de volta as infindáveis horas de diversão passadas à frente do pequeno ecrã. Este dispositivo permite transformar qualquer smartphone Android no gadget certo para “ressuscitar” jogos criados para o GameBoy e para o GameBoy Color.

Uma ideia que promete revolucionar a forma como os utilizadores interagem com os smartphones que possuem o sistema operativo Android. O SmartBoy tem um leitor de cartuchos na parte traseira e permite ainda adicionar teclas físicas ao smartphone – sim, adivinhou: as mesmas teclas que o GameBoy possui.

No kit vendido pela empresa, o SmartBoy vem acompanhado de firmware e de todo o código com que a app que lê os cartuchos foi desenvolvida. Para quê? Para que todos os compradores possam ajudar a melhorar esta ideia. A empresa afirmou ainda estar disposta a dar uma percentagem a quem for capaz de melhorar o firmware e o código da app.

É de referir, contudo, que o SmartBoy apenas suporta smartphones com ecrã entre as as 5,2 e as 6 polegadas e está disponível em duas versões: com Micro-USB e USB Tipo-C. O dispositivo já está disponível na Amazon do Reino Unido por cerca de 65 euros.

Veja também:

Continuar a Ler
Nuno Margarido Nuno Margarido

Jornalista formado pela Universidade de Coimbra, assume-se uma pessoa curiosa e até a mais simples engrenagem ou linha de código o fascina. Os seus interesses dividem-se por vários mundos, com destaque para a tecnologia, o gaming, o vídeo, a fotografia e o cinema.