Publicidade:

18 coisas que deve fazer antes de viajar para o estrangeiro

Vai fazer uma viagem para fora de Portugal? Para que tudo corra bem, saiba aquilo que deve ter em conta antes de viajar para o estrangeiro.

18 coisas que deve fazer antes de viajar para o estrangeiro
Siga estas dicas e tenha uma excelente viagem

Viajar é uma experiência maravilhosa. Permite-nos conhecer novas culturas, contemplar paisagens de sonho, visitar monumentos incríveis, provar sabores diferentes, colecionar emoções. Mas há várias coisas a ter em conta antes de viajar para o estrangeiro.

Para que tudo saia perfeito, reunimos 18 dicas muito úteis para quem vai viajar para fora, seja em trabalho ou em lazer. Leia o nosso artigo, ponha os nossos conselhos em prática e tenha uma ótima viagem!

Viajar para o estrangeiro: 18 passos para uma viagem perfeita


1. Confirmar a validade dos documentos

validade documentos

Verifique com antecedência o prazo de validade do seu cartão de cidadão, e também do seu passaporte, se este documento for necessário para a viagem. Lembre-se de que os documentos devem estar igualmente válidos à data da viagem de regresso.

2. Verificar se é necessário visto

Há muitos países, nomeadamente fora da Europa, que exijem um visto. Saiba se esta é uma condição obrigatória para entrar no país e onde pode solicitar esse documento. Se a sua viagem for organizada por uma agência, é normal que esta trate dessa questão, mas se não for o caso, é fácil este detalhe ficar esquecido.

3. Fazer cópias dos documentos

Os seus documentos de identificação são algo de precioso. Na sua viagem, mantenha-os em segurança e, sempre que possa, faça-se acompanhar apenas de cópias dos mesmos. Deixe também uma cópia dos seus documentos em casa ou com alguém da família, para o caso de surgir alguma situação inesperada.

4. Tomar as vacinas necessárias

Consulta do Viajante

Se vai viajar para um destino longínquo ou tropical, convém verificar se tem as vacinas em dia e informar-se sobre se é necessário fazer a profilaxia de alguma doença. O ideal mesmo é marcar uma Consulta de Saúde do Viajante. Está disponível no Serviço Nacional de Saúde ou neste projeto inovador, através do qual pode fazer uma ‘teleconsulta’.

5. Levar um kit de medicamentos SOS

Um analgésico e um anti-inflamatório são comprimidos que deve levar consigo em viagem, nem que seja para atenuar uma eventual situação de dor até encontrar ajuda profissional. Se for para destinos distantes e exóticos, deve também incluir um antidiarreico e um antibiótico, sendo que este deve ser acompanhado de uma prescrição médica.

6. Não esquecer a medicação regular e a declaração médica

medicação

Nesta lista de coisas a fazer antes de viajar para o estrangeiro, esta é uma dica essencial, pois se toma medicação numa base diária, a organização do seu kit de medicamentos é ainda mais importante.

Faça as contas aos dias que estará fora e leve mais alguns comprimidos para o caso de surgir algum imprevisto e o regresso tiver de ser adiado – lembre-se de que basta uma greve de pilotos ou uma tempestade para fazer atrasar o voo.

Não se esqueça ainda de que alguns aeroportos podem levantar problemas ao transporte de medicamentos, daí a importância de fazer acompanhar-se com uma declaração do seu médico, confirmando o tratamento.

7. Cambiar dinheiro

moeda estrangeira

Ainda que aconselhemos a que viaje sempre acompanhado de um cartão de crédito, é bom levar consigo algum dinheiro na moeda do país. Não troque uma grande quantidade de dinheiro: a ideia é poder pagar pequenas coisas mal chegue ao destino. Depois, use sempre que possível o cartão de crédito. Escusado será dizer que cartão e dinheiro devem ser mantidos em segurança.

8. Deixar as contas pagas

Antes de ir para o estrangeiro, certifique-se – sobretudo se se for ausentar por vários dias – de que os prazos para pagar as contas da casa não terminam na sua ausência. Se possível, deixe tudo pago. Não vai querer chegar a casa e ter a luz cortada, pois não?

Outra hipótese é pedir a alguém de confiança que verifique a sua caixa do correio e pague as eventuais contas que chegarem. Se recebe as faturas por email e/ou paga por débito direto, não tem tanto com que se preocupar.

9. Fazer um seguro de viagem

seguro de viagem

É melhor o seguro morrer de velho do que viver uma situação em que o seguro seria muito útil, mas esqueceu-se ou não quis contratá-lo. Fazer um seguro de viagem dá-lhe tranquilidade e pode fazer a diferença num imprevisto. Há várias modalidades, coberturas e preços disponíveis: é uma questão de se informar e comparar.

10. Levar dicionário ou guia de conversação

dicionários

Sabemos que todo o português é desenrascado e dá uns toques em várias línguas, mas se viajar para a China ou para o Japão, por exemplo, a língua pode ser uma verdadeira barreira. Leve consigo um dicionário de bolso ou um guia de conversação, para onde possa apontar quando estiver a falar com um local e com dificuldades em fazer-se entender.

11. Confirmar o tipo de tomadas elétricas usadas no destino

tomadas elétricas no estrangeiro

Esta dica pode salvá-lo de muitos aborrecimentos. Não se esquece de nada: carregador de telemóvel, carregador da bateria da câmara fotográfica e máquina de barbear. Mas chega ao hotel e as tomadas não são iguais às nossas!

Cada país tem o seu sistema de distribuição de eletricidade doméstica, com voltagens e tomadas diferentes. Para não correr riscos, leve consigo um adaptador de tomada universal.

12. Planear a alimentação, caso sofra de intolerância alimentar

Se segue alguma dieta específica ou sofre de alguma intolerância ou alergia alimentar é bom que planeie as suas refeições, pesquisando sobre restaurantes adequados ou optando por ficar alojado num local com cozinha. Levar alguns snacks e ingredientes consigo, just in case, pode ser igualmente sensato.

13. Verificar se há wifi no hotel e/ou outros locais

wifi

Mesmo que não vá viajar em trabalho, vai precisar certamente de internet, nem que seja para fazer uma vídeo-chamada com a família, atualizar o seu blog ou partilhar uma foto no Instagram. Informe-se sobre a disponibilidade de wi-fi no destino, nomeadamente no hotel.

Se for para fora da Europa comunitária, talvez seja útil reforçar o seu plafond de dados móveis, antes de partir.

14. Consultar o seu tarifário de roaming

Desde o verão que, entre os países da União Europeia, já não se paga roaming, o que foi, sem dúvida, uma ótima notícia para quem viaja.

Se for para outros destinos, informe-se sobre os valores das chamadas para não ser apanhado desprevenido mais tarde, quando receber a conta. Sempre que possível, comunique através da internet, em locais com wi-fi gratuito.

15. Avisar alguém próximo de que vai viajar

Informe a família e os amigos mais chegados de que vai viajar, qual o destino e quais as datas de ida e regresso. Desta forma, poderão estar atentos à sua casa, por exemplo. No caso de alguma situação imprevista, estarem na posse dessa informação poderá ser bastante útil para poderem ajudá-lo.

16. Consultar mapa e fazer um plano de viagem

mapa do destino

Antes de partir, e mesmo que não tenha muito tempo para planear os seus dias fora, observe o mapa do país ou da cidade para onde vai: desta forma, vai poder orientar-se melhor, uma vez no destino. Apontar aquilo que quer visitar, a experiência que não quer perder ou a iguaria que quer provar, é também importante para que a viagem seja gratificante.

17. Informar-se sobre a meteorologia no destino

meteorologia no destino

Antes de fazer a mala, consulte um site de meteorologia internacional e veja como vai estar o tempo no local. Assim, tanto evita ir demasiado carregado com casacos e calçado pesado sem necessidade, como ser apanhado desprevenido, sem um impermeável ou guarda-chuva.

18. Incluir kit básico de roupa e higiene na bagagem de mão

kit sos roupa e higiene na bagagem de mão

E para terminar esta série de passos a dar antes de viajar para o estrangeiro, de forma a garantir umas excelentes férias ou uma viagem de trabalho sem percalços, deixamos-lhe um conselho que pode fazer a diferença caso a sua mala se extravie.

Na sua mochila ou bagagem de mão, coloque um pequeno saco com uma muda de roupa interior, um pacote de toalhitas e um kit de higiene dentária. Leve também na bagagem de mão o carregador de telemóvel. Assim, não vai entrar em pânico caso a sua mala de porão demore a aparecer no tapete rolante.

Veja também: