Entrega de IRS? Há browsers que não funcionam

Nem todos os browsers estão a funcionar para a entrega de declarações eletrónicas do IRS. Certifique-se desta situação.

Entrega de IRS? Há browsers que não funcionam
Que browser tem? Pode ser decisivo na sua entrega de IRS
  • Quem alertou para a situação foi a Autoridade Tributária.

Se está prestes a entregar a sua declaração de IRS, certifique-se de que tem o browser certo para o fazer. Sim, é mesmo isso. Ao que parece, os contribuintes não vão conseguir preencher a declaração de IRS por via de todos os browsers existentes no mercado. O comunicado é da Autoridade Tributária (AT) e indica que “a declaração eletrónica do IRS não é possível caso se esteja a utilizar versões mais recentes do Google Chrome ou do Microsoft Edge”. 

Na génese deste problema está o fato de, em 2015, alguns dos fabricantes de browsers terem anunciado que iriam “deixar de suportar a tecnologia NPAPI e, em consequência disso, as versões do Google Chrome e do Microsoft Edge não suportam os aplicativos Java”.

Apesar da Autoridade Tributária estar a tentar resolver a situação da melhor forma, a verdade é que é melhor os contribuintes prevenirem-se, utilizando os seguintes browsers que são gratuitos:

  • Internet Explorer
  • Firefox
  • Safari

Segundo dados avançados pelo Ministério das Finanças, “até ao final de terça-feira passada, 8.388 contribuintes reclamaram dos montantes de deduções à coleta visíveis no site da AT, o que, entre 7,5 milhões, representa uma taxa de reclamação de 0,11%”.

No entanto, com a proximidade do fim do prazo para a reclamação dos valores totais de despesas, este número poderá crescer significativamente.


Veja também: