Este ano o reembolso do IRS está a ser mais rápido

Se ainda não recebeu o reembolso do seu IRS não se preocupe... Está para breve!

Este ano o reembolso do IRS está a ser mais rápido
Apesar de algumas falhas, os reembolsos estão mais rápidos do que em 2015
  • Este ano foram implementadas novas medidas.

O IRS ainda é tema da ordem do dia. Apesar dos apesares, as coisas estão a correr bem. Isto segundo o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, que revelou que apesar dos problemas verificados aquando da entrega do IRS, as devoluções estão a correr muito bem, uma vez que estão a ser feitas “a um ritmo superior ao do ano anterior”.

A isto se deve o fato, segundo Rocha Andrade, do Governo ter detetado os problemas e ter conseguido resolvê-los o mais rapidamente possível. 

Durante a conferência sobre contabilidade e fiscalidade no Politécnico do Cávado e Ave, Rocha Andrade referiu que “há um aumento significativo de devoluções face ao ano anterior”, lembrando também que “todos os anos há problemas, o que é normal, uma vez que é um processo que envolve cerca de 5 milhões de declarações”.

Outro dos fatores que pode contribuir para haver algum tipo de problema é o fato de este ano terem sido “aplicadas pela primeira vez algumas regras de uma certa complexidade”.

Futuramente, Rocha Andrade assegura que o IRS é verdadeiramente “um imposto que tem uma grande complexidade” e que o caminho passará eventualmente por “passar a pensar num caminho de simplificação”. Este processo terá que ser feito de forma calma, visando evitar “ruturas radicais” que possam tornar mais difícil a adaptação das famílias às possíveis alterações.
Por enquanto, quem ainda não recebeu o reembolso pode crer que estará para breve.


Veja também: