Candidíase: o que é, como se manifesta e que produtos usar

A candidíase é um problema mais frequente do que possamos pensar. Apesar de estar associada aos órgãos genitais, pode afetar qualquer zona do nosso corpo.

Candidíase: o que é, como se manifesta e que produtos usar
É uma infeção provocada pelo fungo Candida

A candidíase é uma infeção causada por um fungo do género Candida. Existem várias espécies deste fungo, mas a mais conhecida e prevalente é a Candida albicans.

Geralmente esta infeção está associada aos órgãos genitais, sendo a candidíase genital a forma mais comum de manifestação.

Ao contrário do que se possa pensar, o fungo da espécie Candida albicans não é transmitido por via sexual. Normalmente reside na pele e nos intestinos e propaga-se a partir dessas zonas para os genitais.

O que causa a candidíase?

O fungo Candida é um fungo oportunista, ou seja, surge e causa infeção cada vez que o sistema imunitário do hospedeiro está em baixo.

Por detrás deste problema pode estar vários fatores, como por exemplo:

  • Uso cada vez maior de antibióticos, contracetivos orais e outros medicamentos que modificam as condições da vagina e favorecem o crescimento do fungo;
  • Gravidez;
  • Diabetes;
  • Medicamentos como corticóides e tratamentos como a quimioterapia;
  • Doenças que afetem o sistema imunitário, como a infeção pelo VIH/SIDA.

Cerca de 75% das mulheres terão pelo menos um episódio de candidíase na sua vida e 40 a 45% terão dois ou mais.

Quais os sintomas da candidíase?

Tudo vai depender da zona do corpo em que a infeção se manifesta. Apesar de ser muito comum nas zonas genitais, este problema pode afetar praticamente qualquer local do nosso organismo.

Relativamente à candidíase genital feminina, manifesta-se sobretudo através de prurido ou irritação na vagina e na vulva. Para além disso, ocasionalmente pode ocorrer uma secreção vaginal ligeira, espessa, inodora e esbranquiçada.

Devido à inflamação causada pela infeção, a vulva pode ficar vermelha e a parede vaginal coberta por uma substância branca. As relações sexuais podem tornar-se dolorosas, dando origem a casos de dispareunia.

Nos homens, a candidíase não apresenta habitualmente sintomas. No entanto, a extremidade do pénis (a glande) e o prepúcio podem apresentar sintomas irritativos e dolorosos, sobretudo após o coito.

Na pele, também se manifesta através do prurido. Geralmente surge na forma de pequenas bolsas cheias de líquido que, quando infetam, podem vir a formar pus.

Como tratar a candidíase?

O tratamento vai depender sobretudo do local da infeção e do estado em que se encontra o doente. Contudo, a forma mais comum de combater esta infeção são os medicamentos antifúngicos.

O fungo Candida, para além de oportunista, é também resistente, ou seja, pode não desaparecer facilmente com determinados medicamentos, pelo que é importante primeiro testar os padrões de resistência destes organismos, por forma a perceber qual o tratamento mais indicado.

Os antifúngicos podem ser usados na forma de creme ou pomada ou por via oral ou injetável.

Que opções existem para tratar a candidíase?

Para saber o melhor medicamento para dar à volta a esta infeção, deve contactar um médico ou farmacêutico. No entanto, vamos mostrar alguns exemplos dos antifúngicos mais comuns para o tratamento da candidíase.

Gino-canesten

gino-canesten

  • Medicamento para tratamento local da candidíase genital feminina;
  • Preço: entre 4,80 e 6,55€ (varia mediante a forma do medicamento e a quantidade).

Gyno-Pevaryl

  • É um antimicótico específico para ser usado na zona genital;
  • Pode ser usado por homens e mulheres;
  • Preço: varia entre 6 a 8,50€, consoante a quantidade.

Daktacort Creme 15g

daktacort

  • É um medicamento para tratar infeções provocadas por dermatófitos ou Candida spp.;
  • Deve ser usado sobretudo quando há sinais de inflamação e quando há bastante vermelhidão e comichão;
  • Preço: 8,75€

 

Veja também: