Como poupar na fatura do telemóvel

O peso da fatura do telemóvel tem vindo a diminuir, mas é possível poupar ainda mais. Saiba como poupar no telemóvel com estas 6 dicas.

Como poupar na fatura do telemóvel
Conselhos para reduzir os gastos com telemóvel

Com a concorrência e toda a oferta que se instalou nos últimos anos, esta deixou de ser uma fatura temível nos lares portugueses, no entanto, não deixa de ter algumas limitações para que, efectivamente, não passe do tarifário que adquirimos. Aqui ficam alguns truques para poupar na fatura do telemóvel.


6 dicas para poupar no telemóvel:


1. Antes de qualquer decisão, faça um estudo de mercado, e compare todas as ofertas apelativas que encontrou, só depois de fazer contas é que deve aderir ao tarifário que lhe pareceu mais vantajoso;

2. Ao aderir a um novo tarifário que lhe parece mais barato, verifique prioritariamente todas as condições e direitos de que beneficiará e confirme se vão de encontro às suas necessidades, nem sempre o preço mais baixo sai mais vantajoso;

3. Estabeleça prioridades. De que lhe vale 1000 minutos de chamadas grátis, se praticamente só envia SMS ou MMS? Na maioria dos casos as MMS são pagas, portanto já ficará a perder, ou, no mínimo, ficará limitado, e sentirmo-nos limitados num dos nossos maiores hábitos, a curto prazo levará ao arrependimento;

4. Confirme o tempo de fidelização, se tem dúvidas sobre a adesão e adere a um tarifário que o obriga a fidelidade longa, provavelmente essas dúvidas tornar-se-ão em “dores de cabeça” futuras;

5. Adira a um bom tarifário em termos de chamadas, e depois opte por instalar algumas aplicações grátis que lhe permitirão realizar outras tarefas sem qualquer custo. Aplicações como por exemplo Viber, Whatsapp e Skype permitem realizar chamadas, ou enviar SMS e MMS completamente gratuitas;

6. Se utiliza o seu telemóvel como instrumento de trabalho, é importante que aproveite todas as facilidades que os mesmos oferecem nos dias de hoje, pelo que, em casos destes se justifica um tarifário mais alargado com direito a internet e afins. No entanto, se o telemóvel não passa disso mesmo, e bem vistas as coisas só necessita dele para estar contactável, não hesite em abdicar de serviços como Internet, MMS gratuitos, entre outros, que poderão encarecer a sua fatura, mas no entanto, seriam perfeitamente dispensáveis.


Veja também: