Empresário em nome individual: o que é e vantagens

A ponderar abrir o seu negócio? Ser empresário em nome individual pode ser uma alternativa. Saiba mais sobre esta forma jurídica e conheça as vantagens.

Empresário em nome individual: o que é e vantagens
O que saber.

A ajuda que precisa para o arranque do seu novo negócio está aquiA designação empresário em nome individual diz respeito a uma empresa que é titulada apenas por um indivíduo ou pessoa singular. Esta designação afeta bens próprios à exploração da sua atividade económica.
 

Quais as responsabilidades?

Responde, de forma ilimitada, pelas dívidas contraídas no exercício da atividade, com todos os bens que integrem o seu património, quer os que se encontram diretamente afetos à exploração da atividade, quer por todos os outros que possua, como casas, terrenos ou veículos, assim que a responsabilidade do mesmo se confunda com a responsabilidade da empresa.

 

8 Vantagens de ser empresário em nome individual

 

1. Não existe capital mínimo obrigatório

Tendo em conta que o empresário em nome individual responde sempre pelas dívidas da empresa, não existe um montante mínimo obrigatório estabelecido pela lei para dar início à atividade.

 

2. Permite controlo total de todos os aspetos do negócio

Para além de proprietário da empresa, é dono e senhor de todos os aspetos relacionados com a atividade.

 

3. Permite baixos custos fiscais

Os rendimentos são tributados em sede de IRS e, por isso, traduzem-se na entrega de uma só declaração.
Como a tributação é efetuada no âmbito da Categoria B – Rendimentos empresariais e profissionais, é necessário apenas optar entre o regime simplificado e a contabilidade organizada, tendo em conta o volume de vendas.
De qualquer forma, fica isento durante os primeiros 3 anos de atividade, do pagamento por conta do imposto.

 

4. Permite isenção do IVA

Um empresário em nome individual pode ainda usufruir da isenção do IVA, desde que esteja enquadrado no regime simplificado de tributação, caso não ultrapasse os 10.000,00 euros de volume anual de negócios.

 

5. Permite a utilização do património da empresa

Da mesma forma que em de responder pelos prejuízos da empresa, também pode utilizar todo o património relacionado com a atividade profissional da empresa.

 

6. É uma das formas mais simples de criar um negócio

Constituir e encerrar uma empresa é extremamente simples, longe das habituais burocracias associadas á constituição e/ou encerramento de empresas.

 

7. Não exige procura de financiamento

Esta é a fórmula jurídica ideal para negócios pouco arriscados ou investimentos reduzidos, tendo em conta que não exige qualquer tipo de procura por financiamento.

 

8. Permite ter direito ao subsídio de desemprego

Nesta forma jurídica, o empresário em nome individual tem ainda direito ao subsídio de desemprego.
Precisa de dinheiro para começar um novo negócio? Agora é fácil! >>
Veja também: